BLOG COLETIVO, os temas são variados.
Tudo começou em 2004 numa comunidade de gente 'madura' do orkut, aos poucos cresceu a amizade e sintonia, apesar de vivermos em diferentes lugares. Participamos da comunidade fechada Jiló com Miolo no orkut, no Facebook, e no blog mostramos nosso 'espírito jiló'.

Astrofaces - pesquisa astrológica

Um site pesquisa, há mais de ano, as semelhanças entre os nascidos com a mesma configuração astral.

Para isso, recebem e catalogam fotos recebidas de diversas partes do mundo, arquivando-as pelos signos do sol, lua e ascendente.


Interessante saber se existe mesmo essa influência dos astros no físico das pessoas.
Fiquei curiosa...

www.astrofaces.com

ORAÇÃO DA MAÇANETA- Gióia Junior

Não há mais bela música que o ruído da maçaneta da porta, quando meu filho volta para casa.
Volta da rua, da vasta noite, da madrugada de estranhas vozes, e o ruído da maçaneta, o gemer do trinco, o bater da porta que novamente se fecha, o tilintar inconfundível do molho de chaves, são um doce acalanto, uma suave cantiga de ninar.
Só assim, fecho os olhos, posso afinal dormir e descansar.
Oh! A longa espera, a negra ausência, as histórias de acidentes e assaltos, que só a noite como ninguém, sabe contar.
Oh! Os presságios e os pesadelos, o eco dos passos nas calçadas, a voz dos bêbados nas ruas e o longo apito do guarda medindo a madrugada.
E os cães uivando à distância, e o grito lancinante da ambulância, o coração descompassado a pressentir e a martelar na arritmia do relógio do meu quarto, esquadrinhando a noite e seus mistérios.
Nisso na sala que se cala, estala a gargalhada jovem da maçaneta que canta.
Da festiva cantiga do retorno, a sua voz engole a noite imensa com todos os ruídos secundários.
Oh! Os címbalos do trinco e os clarins da porta que se escancara, os guizos das muitas chaves que se abraçam e o festival dos passos que ganham a escada. Nem as vozes da orquestra e o tilintar de copos e a mansa canção da chuva no telhado, podem se comparar ao som da maçaneta que sorri quando meu filho volta. Que ele retorne sempre são e salvo, marinheiro depois da tempestade, a sorrir e a cantar. E que na porta a maçaneta cante a festiva canção do seu retorno, que soa para mim como suave cantiga de ninar. Só assim, só assim meu coração se aquieta, posso afinal dormir e descansar.

Nós somos ponte















Na vida podemos escolher entre ser ponte, que une uma margem à outra de um rio, ou ser uma cerca, que separa um território de outro. Se compararmos, podemos perceber que se formos ponte iremos unir todas as coisas, que por algum motivo nesta vida vivem separados. Se formos cerca, estaremos dividindo, marcando espaço quando poderíamos formar elos, entre mundos em duelos. Como ponte, podemos aumentar amizades, sermos elos de ligação e amar com mais intensidade. De nada nos serve ser cerca.
Nós Somos Ponte, somos semelhantes, verdadeiras na amizade e na união.


ATLAS

Ilustrações de Rubens de Azevedo e Percy Lau. 18a. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1960. [A 1a. edição é de 1936. Conforme dados da editora, em suas 62 edições foram produzidos 2.158.990 exemplares.]

Este foi o primeiro Atlas que me caiu nas mãos, era meu! ganhei da minha tia, antes mesmo de ser pedido para usar na escola. Sou fascinada por atlas, enciclopédias e dicionários, passava horas "viajando" pelos livros quando era pequena, e continuo fazendo isso, agora além dos livros tem a [maravilhosa] internet.

Sou curiosa, gosto de aprender e descobri com as leituras de infância e adolescência que o mundo era muito mais do que minha pequena cidade natal no interior de São Paulo. Aprendi a buscar, a ansiar pelos lugares, pela vida.

Desde muito cedo eu 'pesquisava' sobre como viviam as pessoas nas várias partes do mundo. Os contos de fadas me levavam à Europa Medieval, o livro de catecismo me levava ao Oriente Médio, Monteiro Lobato me levava ao sítio da dona Benta com todos os visitantes de várias partes do mundo.

Na minha casa tinha uma estante com livros dos meus pais, os mais variados, desde poesias de Castro Alves às Aventuras de Tarzã. Tudo foi devorado. Meus tios também tinham estantes cheias de livros e lá eu ia buscar, encontrei Cronin, Jorge Amado, Heminngay, Agatha Christie, Machado de Assis, Truman Capote, e tantos que me falavam ao ouvido. Sim, porque parece que quando a gente lê alguém nos fala ao ouvido, é só para a gente, um mundo se abre na nossa cabeça e só pra nós, ninguém que esteja o mais perto possivel pode entrar nesse mundo.

A leitura é mágica porque nos faz viver vidas, ter experiências que nunca imaginariamos sem os livros.

E voltando ao Atlas, ele era colorido, cheio de bandeiras de todos os países, a geografia, o relêvo, rios, mares, geleiras, florestas, desertos... quanta coisa nesse mundo! não posso ficar parada!

Depois dos Atlas fiquei apaixonada por guias de viagem, comprei o que podia comprar, ganhei alguns, tenho uma coleção, boas lembranças de viagens e planos para futuras viagens estão dentro deles.

CARTILHA...


Eu tinha de ser diferente?
Meus irmãos, primos, amigos - e todo mundo que eu conheço, mais ou menos de minha geração-, foram alfabetizados pela Cartilha "Caminho Suave".
Sim... Todos.
Menos eu.
Quando eu estava na primeira série, minha escola, justamente naquele ano, resolveu adotar uma Cartilha experimental...mais "moderna", que se chamava "Onde está o Patinho?"
Mas essa Cartilha também era adorável!
Tanto, que nunca me esqueci dela.
Sempre que "fuço" um bom sebo no Centro de São Paulo, procuro por essa raridade! Ainda não encontrei nenhum exemplar. Mas um dia essa cartilha ainda acaba voltando às minhas mãos...
Eu também era ótima aluna...CDF que só eu! Terminei em pouquíssimo tempo toda a Cartilha e logo passei para o meu primeiro livro didático: PEDRINHO.
Esse conservo até hoje.
Alguém se lembra dele? Ou será que eu também fui a única ET a estudar por esse livro?
[:(]

PASTILHAS

Não sei...se a vida é curta ou longa demais para nós.
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
Se não tocarmos o coração das pessoas.



(Cora Coralina)

Um caminho suave

Quem nunca ouviu falar da Caminho Suave? É o nome de uma cartilha que foi muito popular nas escolas brasileiras nas décadas de 60,70, 80 e no começo da década de 90.

Pergunte a seus amigos como aprenderam a ler e a escrever.

A maioria vai se lembrar, com prazer, do "F de faca", do "G de gato", dos desenhos que acompanham cada letra do alfabeto. Ou então: " A babá lava a barriga do bebê."


Ela trabalhava com o método fônico: associação de figuras com as palavras, começando pelas vogais, depois ia para os encontros vocálicos e depois caminhava para a alfabetização.


A capa do livro era muito romântica: mostrava duas crianças de mãos dadas, debaixo de uma cerejeira em flor em pleno céu azul, a caminho da escola.




Branca Alves de Lima, foi a idealizadora da cartilha. A primeira edição é de 1948, e por mais de 30 anos foi a principal arma de alfabetização do País.


O método de alfabetização da época era analítico e se baseava na memorização das letras, vogais e depois consoantes, e das sílabas, com as quais os aprendizes formavam palavras, frases e, posteriormente, usavam seus conhecimentos para fazerem redações.

A jovem professora Branca percebeu a grande dificuldade que aquelas crianças tinham em “decorar” todo aquele conteúdo. Na época, ainda se usavam castigos corporais para os que não aprendesse, e com isso ela também não concordava.

Na tentativa de ajudar os alunos a memorizar as letras e respectivas sílabas, fez desenhos simples que continham a inicial de palavras chaves: o "a", no corpo da abelha, o "e" na tromba do elefante, o "f" no cabo da faca, o "g" no corpo do gato e, assim por diante.

O sucesso foi total. Várias gerações puderam aprender o "c" do cachorro, o "b" da barriga e do bebê e toda a seqüência do alfabeto. Assim, em 1947, nasceu a cartilha Caminho Suave, um caminho mais ameno e menos doloroso para ensinar meninos e meninas a ler e escrever.


A editora Edipro, atual responsável pela produção da Caminho Suave, conta histórias como a do empresário paulista que comprou 50 cartilhas para presentear os amigos no Natal. O resultado não foi outro: os presenteados adoraram e sempre vinham com aquelas frases:

"- Cartilha Caminho Suave ?

- Eu aprendi a ler com ela !

- Quanta saudade !"


Além de mim, mais alguém sente saudade desse tempo em que tínhamos este suave caminho em nossas vidas?

PASTILHAS

A gente não faz amigos, reconhece-os.



(Vinícius de Moraes)

assim foi meu carnaval

Foram cinco dias de uma correria gostosa, passei ajudando meu filho se organizar e arrumar as malas para viagem. Ele embarcou na noite de terça de carnaval para Paris onde vai ficar 3 meses fazendo curso de francês e estágio num escritório de produção de vídeo que é a area de atuação dele.
Eu levo ao pé da letra essa história de soltar os filhos no mundo e acho que sempre é bom para eles. Os quatro fizeram intercâmbio no colegial, viveram um ano nos EUA. Os mais velhos já fizeram mochilã na Europa quando estavam na faculdade. Todos eles são como eu, não resistem a um avião, queremos bater asas!
O Gustavo e Juliana vivem fora do país há anos, logo serão pais e eu terei um netinho alemãozinho e um netinho americaninho. Alberto mora em Campinas e em suas férias pega um avião para terras distantes.
Viagem é uma coisa que ninguém rouba de nós e só nos acrescenta. Experiência, conhecimento, sabedoria e prazer é o lucro de uma viagem. Costumo dizer que só de ir até o Embú já é um grande aprendizado.

na foto acima: eu com o Breno quando ele arrumava a mala, cacho de rosas na roseira no condomínio do meu irmão, eu deitada no sofá do apartamento do meu filho vendo desfile de escola de samba de madrugada, tempestade chegando vista da janela do apartamento do meu filho no Brás, torres na Paulista em passeio noturno com meu filho na segunda de carnaval e Breno embarcando no aeroporto de Guarulhos.










Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Eu nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou

Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz ...


(Almir Sater)


3- PITACOS ÚTEIS

2- BNDES

Pessoal, agora são as FACULDADES PARTICULARES, pedindo dinheiro para o BNDES.
Já passaram na fila: Bancos.,montadoras, industrias, agricultores e tantos outros.
Acho que, também vou entrar nesta fila.
Quem sabe, se todos cidadãos que estavam desempregados, endividados, fizessem uma fila (literalmente) na porta do BNDES, mudariam as regras.
Aliás, por que o BNDES tem tanto dinheiro????

2- PITACOS ÚTEIS

1- SANTO SESC
As unidades do SESC, espalhadas estrategicamente pela cidade (São Paulo), abrem suas portas dignamente , oferecendo e promovendo ações sociais, culturais, educativas , prestando serviços e principalmente informando.
Abrangendo todas as faixas etárias, categorias sociais, raças, religiões, interagindo as pessoas dentro de suas propostas sociais.
Acompanha a globalização, está ligada nos acontecimentos , descobertas, inovações, e transfere para seus frequentadores.
Promove, eventos de acordo com as datas características da época, e foi assim no Carnaval.No Sesc Pompéia , "rolou" blocos animados, a entrada principal decorada e predominava o espírito carnavalesco, para familias,amigos, etc...
O Sesc é um grande prestador de serviço.Eu recomendo.

Por que nosso governo, não usa a filosofia do SESC como espelho?

Se cada dia...

Autumn Leaves

UM CERTO LULU SANTOS ...

Estava me distraindo no Youtube e encontrei este vídeo. Lulu Santos no Rock In Rio, ano de 1985. Eu estava lá! Tudo de bom e realmente inesquecível...Fiquei olhando para as imagens e observei bem LuLu Santos. O Lulu atual é muito melhor. Continua antipático, mas está um espetáculo com aqueles cabelos grisalhos! Adoro cabelos grisalhos...rsrsrs.


Musicalmente prefiro o Lulu Santos daquela época. Aliás, acredito que aquela foi a melhor fase da carreira dele. Suas músicas foram – e são até hoje - trilha sonora da vida de muitas pessoas.


“Quando um certo alguém, desperta o sentimento, é melhor não resistir e se entregar”...Quem não cantou essa música aos berros no show de Lulu, em casa ou dentro do carro? rsrsrs...E a cantoria tinha endereço certo..rsrsrsrs....Gente, e não é que agora fiquei com vontade de cantar essa música? Uauauauauauuuuu! Só não tem endereço certo...rsrsrsrsrs...Pelo menos por enquanto....

Aí, papo vai, papo vem, uma conversa leva à outra e pumba! Será que não resistir e se entregar é melhor mesmo? Bem, até aparecer este “certo alguém”, vou ficar sem saber a resposta...rsrsrs...Por enquanto vou analisando a questão por outro ponto de vista...E ficando quietinha no meu canto, porque não quero repetir o erro..rsrsrsrs..Vai que eu encontre uma outra “provação” na minha vida? rsrsrs...Credo! “E meu erro foi crer, que estar ao seu lado bastaria”...Ops! Nada disso! Minha inspiração está vindo das músicas de Lulu Santos e atualmente estou mais para “Apenas mais uma de amor”....rs

Pumba!!!! “Apenas mais uma de amor”...É isso. “Que seja fraqueza então”. E, às vezes, é melhor nem deixar subentendido! rsrsrs...O que você acha? Do jeito que o ser humano está, um amor platônico é mais seguro? Pois é....


Pumba!!! “Certas coisas” também diz muito. “A vida é mesmo assim, dia e noite, não e sim”. Nem sempre pode ser , nem sempre. “Somos feitos de silêncio e som, tem certas coisas que não sei dizer”. Ou, apenas não quero dizer...rs...Mas, no fundo, tenho esperanças que o ser humano melhore, que fique menos egoísta, menos individualista, menos, menos, menos. Para poder ser mais. Talvez aí possa me permitir...Com alguém que seja sincero. Uma nova paixão, uma nova loucura.

Pumba!!!. “Deixa ser pelo coração. Se é loucura, então melhor não ter razão....” Eu tô plugada na vida!

Coisa que adoro é escrever assim..Sem compromisso, sem ordem, sem pensar...Mente, alma, dedos, Word. Ao som de Lulu Santos. E olha que faz tempo que isso não acontece! uauauauauauuuuu! Maluquinha, eu? E um assunto leva a outro e..pumba!!!! Ah, mas isso é assunto pra outro texto....rsrsrs....

Nice Pinheiro

É CAMPEÃ!!! É CAMPEÃ!!! É CAMPEÃ!!!!

SAUDAÇÕES SALGUEIRENSES......

O som do meu tambor ecoa... ecoa pelo ar

E faz meu coração com emoção... pulsar!

Invade a alma... alucina

É vida, força e vibração!

Vai meu Salgueiro... Salgueiro

Esquenta o couro da paixão

Apaixonada





"Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo."



- Pablo Neruda -

Grandes Recordações

Reflexos de uma Paixão

Na fonte, cristais refletem a beleza das rosas!
Meus olhos, agora refletem o meu amor.
Vivo delírios de uma paixão que me transporta
E quando por fim, min’alma volta, volta pra ti.

Dentro da mágoa da ausência tua
Ninguém sabe até que ponto, minha verdade é nua.
Tuas lembranças ganham extensão eletrizante
Posto que o trago junto a mim a todo instante.

Pela sala espalha-se um perfume
Um som, um gesto, um sorriso
Sensação plena de uma saudade!
No lenço um cheiro, na alma um grito.

Há uma orquestra em mim
Entoando nervosos arpejos!
A música atravessa-me a garganta
Em meus lábios o murmurar daqueles beijos!

Hoje em meus versos transcrevo
Essa paixão fatal na qual palpito
Min’alma tensa, angustiada faz-me pensar!
Que se não voltas, o meu penar será infinito.
- Irani A. de Genaro -




Só hai três coisas nesse mundo vão:

Viola

Alforria

Amor.

Dinheiro não!

Chove Chuva


Ah a inspiração que falta!

Tanto quanto a expiração míngua.

Porém, misturam-se a sua e a minha transpiração.


Ah louca paixão mesclada à infusão feita com gotas de sal e doce.

Que nem mesmo abraçando a chuva fria,

Cessa seu ardor e o desejo de mais e mais.

PASTILHAS

Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua.


(Cecília Meireles)










Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
O amor é quando a gente mora um no outro."

(Mário Quintana)

Antonio Gedeão


Pedra Filosofal

Eles não sabem que o sonho

é uma constante da vida

tão concreta e definida

como outra coisa qualquer,

como esta pedra cinzenta

em que me sento e descanso,

como este ribeiro manso

em serenos sobressaltos,

como estes pinheiros altos

que em verde e oiro se agitam,

como estas aves que gritam

em bebedeiras de azul.

eles não sabem que o sonho

é vinho, é espuma, é fermento,

bichinho álacre e sedento,

de focinho pontiagudo,

que fossa através de tudo

num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho

é tela, é cor, é pincel,

base, fuste, capitel,

arco em ogiva, vitral,

pináculo de catedral,

contraponto, sinfonia,

máscara grega, magia,

que é retorta de alquimista,

mapa do mundo distante,

rosa-dos-ventos, Infante,

caravela quinhentista,

que é cabo da Boa Esperança,

ouro, canela, marfim,

florete de espadachim,

bastidor, passo de dança,

Colombina e Arlequim,

passarola voadora,

pára-raios, locomotiva,

barco de proa festiva,

alto-forno, geradora,

cisão do átomo, radar,

ultra-som, televisão,

desembarque em foguetão

na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.

In Movimento Perpétuo, 1956

Antonio Gedeão, nome artistico de Rómulo de Carvalho, que foi meu professor de fisico-quimica.

A obra poetica dele é muito interessante, merece uma viagem no google

EU PEITO


clique na imagem para aumentar

Edna Medici é minha amiga de adolescência lá em Jacareí, passamos anos sem saber uma da outra, nos reencontramos no Orkut. Edna é uma grande fotógrafa, com admirável trabalho (podem encontra-la no orkut e no youtube), e aqui acima está o cartaz da exposição que ela abre no próximo dia 8 de março. Fez belas fotos de mulheres que se trataram de câncer de mama, vale a pena ver que lindas mulheres outra linda mulher fotografou.

para ver o que saiu na imprensa clique aqui.

para ver o trabalho de Edna clique aqui.

flickr de Edna Medici.

PASTILHAS

Uma questão de Prioridade














Uma senhora bem idosa estava no convés de um navio de cruzeiro segurando seu chapéu firmemente com as duas mãos para não ser levado pelo vento. Um cavalheiro se aproxima e diz:
- Me perdoe senhora... Não pretendo incomodar, mas a senhora já notou que o vento está levantando bem alto o seu vestido?
- Já, sim, mas é que eu preciso de ambas as mãos para segurar o chapéu. - Mas, senhora.... A senhora deve saber que suas partes íntimas estão sendo expostas! - disse o cavalheiro. A senhora olhou para baixo, depois para cima, e respondeu:
- Cavalheiro, qualquer coisa que o Sr. esteja vendo aqui em baixo tem 85 anos. O chapéu eu comprei ontem!

Código de Ética dos Índios Norte-Americanos

É interessante ler com atenção e depois refletir...
Quem será mesmo o homem civilizado?

" 1. Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com freqüência.
O Grande Espírito o escutará se você, ao menos, falar.

2. Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza, originam-se de uma alma perdida.

Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.

3. Procure conhecer-se, por si próprio. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada, e somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você.

4. Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.

5. Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura. Se não foi ganhado nem foi dado, não é seu.

6. Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais.

7. Respeite os pensamentos, desejos e palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal.

8. Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você colocar para fora no universo, voltará multiplicada a você.

9. Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados.

10. Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o otimismo.

11. A natureza não é para nós, ela é uma parte de nós. Toda a natureza faz parte da nossa família Terrena.

12. As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e ágüe com sabedoria e lições da vida. Quando forem crescidos, de-lhes espaço para que cresçam.

13. Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada a outros, retornará a você.

14. Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do universo.

15. Mantenha-se equilibrado. Seu Mental, seu Espiritual, seu Emocional, e seu Físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis.

Trabalhe o seu Físico para fortalecer o seu Mental.
Enriqueça o seu Espiritual para curar o seu Emocional.

16. Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá. Seja responsável por suas próprias ações.

17. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isto é proibido.

18. Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros.

19. Respeite outras crenças religiosas. Não force suas crenças sobre os outros.

20. Compartilhe sua boa fortuna com os outros. Participe com caridade. "



Volto a indagar: quem será mesmo o homem civilizado?

01- PITACOS ÚTEIS

Pessoal, será que o DECRETO Nº 6.523, DE 31 DE JULHO DE 2008.SERVIÇOS DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR, está sendo cumprido?

Será que o governo está fiscalizando, está cobrando das empresas prestadora de serviço, tipo:
- Dona Telefonica, Dona Vivo,Dona Claro,Dona OI(telerj),Dona Telemar, etc....

-Dona Visa,Dona Mastercad,Dona credicard, Srs Bcos( Itau,Bradesco,Cef,Hsbc,BBrasil,Santander, etc....)

-Dona Net,Dona speedy.Dona TVA, etc...

-Convênios Médicos

-comercio e afins

-etc.....

Lembram das regras?

- qdo vc ligar , devera ser atendido prontamente
-não poderá ultrapassar 5 minutos ( é isso)
-deverá ter uma opção imediata de cancelamento de serviço
- etc..... e tal

Pelas notícias, comentários,reclamações que tenho observado.... “Tudo como dantes no quartel de Abrantes”...













Foi uma segunda-feira de desfiles com todas as escolas se apresentando lindamente, apesar de algumas dificuldades com seu enormes carros alegóricos. O Salgueiro atravessou a passarela do samba aos gritos de "é campeã".


Foto: globo.com


PASTILHAS


O perfeito é desumano, porque o humano é imperfeito.

(Fernando Pessoa)

Rir é bom demais

Uma solteirona descobre que uma amiga ficou grávida só com uma oração que rezou na igreja de um lugarejo próximo.
Apos alguns dias, a solteirona foi à tal igreja e aproximou-se de um padre:
- Bom dia.
- Bom dia, minha filha. Em que posso ajudá-la?
- Sabe padre, soube que uma amiga minha veio aqui e ficou grávida só com uma ave-Maria.
- Não, minha filha, foi com um padre nosso, mas já o transferimos.

foto gigante

Não resisti... Vi esta foto no blog do Diário de Bordo, do nosso novo amigo e tinha que colocar aqui...

amazing!!!!

Wal, juro que tentei achar você lá, viu? cansei os zóio...

clique aqui para ver a foto gigante e procurar a Wal

PASTILHAS

"Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la. "



[ Clarice Lispector ]

Estamos ficando famosos!!!!

Vejam só a postagem do dia 22.02.09, que consta do Blog - JORNAL DE BORDO


"Cinquentonas Fundam Blogue "Jiló Com Miolo"

Um grupo de pessoas cinquentonas que se conheceram pela Internet há quase cinco anos, e que se entrosaram muito mesmo, decidiram começar um blogue com o "espírito jiló". O blogue nasceu há alguns dias e já está chegando a 800 visitas. Parece que será um sucesso.


Não conheço o Bob e nem sei como ele nos encontrou. O fato é que ele veio nos visitar, viu e gostou! (Vejam comentário dele no Poema de Fernando Pessoa postado por SAR!)

Uunda, uunda, cada um com sua Bunda!





Domingo. Primeiro dia do desfile das escolas de samba no Rio.
A Mocidade Independente de Padre Miguel estava linda!

Foto: globo.com

Liberdade
Fernando Pessoa
Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.

O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa...

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca...

Uunda,uunda, cada um com sua bunda!


"Ainda que seus passos pareçam inúteis; vá abrindo caminhos como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão..."

Antoine de Saint-Exupéry

PASTILHAS

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?



(Fernando Pessoa)

Jiló no Xingu

cozinha animada!

um dia feliz!

e tem mais este vídeo que fiz com as fotos que tirei por ocasião da ultima excursão ao Xingú.

MÃES


Ontem foi aniversário da minha mãe.
E quero homenageá-la aqui, pelos 79 anos de alegrias, bons exemplos, força, garra e muito amor que sempre deu, e continua a dar,
a todos que com ela convivem.


Te amo, mamãe!


ORAÇÃO ÀS MÃES

Ave Maria cheia de graça
Que o senhor esteja convosco
Bendita seja suas vozes entre as mulheres
Bendito é o fruto do vosso ventre Jesus
Que permitiu que esta mulher,
Seja qual for o seu nome, fosse nossa mãe

Santa Maria, mãe de Deus
Mãe de todos nós
Rogai por essas mulheres, que fazem história
Dando-lhes a força e a fibra para enfrentarem o mundo
Que já não é tão perfeito, como quisera que fosse

Console as mães que choram pelos filhos perdidos, ausentes, mas queridos
Acolhe no teu colo santo e cobre com teu manto iluminado
Aquelas que são responsáveis por colocar a vida na terra.

As mães que estão adoentadas nos hospitais
Mães que se perderam na vida
Mães que velam seus filhos
Mães que dão a luz neste momento
Mães que cuidam da casa e fizeram famí­lia
Mães que estão sozinhas na vida
Mães que acolhem um filho que não é seu
Mães jovens e amigas
Mães idosas que viveram por seus filhos
Mães que sofrem atiradas nos asilos e esquecidas pela famí­lia

Abençõe e proteja
As filhas que cuidam das genitoras e tornam-se mães
E no fim da vida
As mães que se tornam filhas

Mães meninas, mães idosas, mães famí­lia
Mães perdidas, mães que erram, mães famosas, mães que choram
Mães que sorriem, mães que tentaram, mães que falharam
Mães que venceram, mães que perderam, mães sofridas, mães vividas

Mães que não amadureceram, mães que apenas viveram
Mães que se foram, mas ainda aqui estão
Mãe é sempre mãe
E em todos os tempos será assim.

Mães que nascem, mães que morrem
Mães da terra, mães do céu
Abençõe e ilumine
Agora e sempre

Amém


SAUDADES-PORTUGAL 2008




Gosto desta. Me dá vontade de orar. Espero que compartilhem comigo o prazer de ler:

A Paz sem vencedor nem vencidos

Dai-nos Senhor a Paz que vos pedimos
A Paz sem vencedor e sem vencidos.

Que o tempo que nos destes seja um novo
Recomeço de esperança e de justiça
Dai-nos Senhor a Paz que vos pedimos
A Paz sem vencedor e sem vencidos

Erguei o nosso ser à transparência
Para podermos ler melhor a vida
Para entendermos o Vosso mandamento
Para que venha a nós o Vosso Reino
Dai-nos Senhor a Paz que vos pedimos
A Paz sem vencedor e sem vencidos

Fazei Senhor que a Paz seja de todos
Dai-nos a Paz que nasce da Verdade
Dai-nos a Paz que nasce da Justiça
Dai-nos a Paz chamada Liberdade
Dai-nos Senhor a Paz que vos pedimos
A Paz sem vencedor e sem vencidos

- Sophia de Mello Breyner

As Sem-Razões do Amor

















Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.



(Carlos Drummond de Andrade)

A Procura


A PROCURA

Andei pelos caminhos da Vida,
Caminhei pelas ruas do Destino -
procurando meu signo.

Bati na porta da Fortuna,
mandou dizer que não estava.

Bati na porta da Fama,
falou que não podia atender.

Procurei a casa da Felicidade,
a vizinha da frente me informou
que ela tinha se mudado
sem deixar novo endereço.

Procurei a morada da Fortaleza.
Ela me fez entrar: deu-me veste nova,
fez-me beber de seu vinho.
Acertei o meu caminho.

Cora Coralina

Algo para pensar, diáriamente..




Esse vídeo coloca certas crenças em perspectiva e penso que deveriam mostrar para crianças em Escolas ou para adultos muito arrogantes.

Curiosidades



Para saber que dia é hoje, basta procurar a única pessoa
que está olhando diretamente para você.

O interessante é que o calendário muda todos os dias. Até os meses.

Espero que funcione aqui...



E, se?

Não sei se voces tem esse mesmo questionamento, mas frequentemente eu penso no que eu gostaria de ser se não fosse o que sou (vejam, não é QUEM, mas que).

Gosto de quem sou e inclusive do que faço, mas num cantinho da minha mente mora um desejo de ser uma cantora de cabaret (ao ponto de já ter copiado esse número da Liza Minelli em Cabaret num show beneficiente). Gostaria muito de usar minha voz e meu corpo para expressar-me, tenho admiração profunda por dançarinos(as) , cantores(as), músicos em geral.

Pode ter sido a influência paterna (meu pai tocava saxofone e reunia os amigos aos sábados em nossa casa para uma sessão de jazz e chorinho). Essa é provávelmente uma das minhas mais queridas lembranças de infância. Lembro também da nossa eletrola (um móvel enorme, com um rádio acoplado de um lado e o toca-discos do outro). Através daqueles discos fui conhecendo óperas (meu pai era um fã ardoroso de Óperas e acostumou o meu ouvido). Conheci Dilermando Reis e seu violão, Maysa, Angela Maria, Os Demônios da Garoa, Leny Everson, O Guarany (ainda amo a ária do Il Cacciator), O Trenzinho Caipira, Os Beatles, Elivis Presley, Louis Armstrong, Edith Piaff entre muitos(as) outros(as). Eu pensava que tinha intimidade com todas essas pessoas, porque me falavam tanto ao coração.

Como canta a Zélia Duncan, "Eu me transformo em outras, determinados momentos.."

E voces, o que gostariam de ser, se não fossem o que são?

É Preciso Saber Viver - 11 vozes e palmas.

PASTILHAS

Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido.



(Vinícius de Moraes)

Mais Natal na Jiló - 2008


"Os amigos são a forma de Deus cuidar de nós"

bloco carnavalesco

A Mércia criou as fantasias para o Bloco Carnavalesco Unidos do Jiló, vamos nos esbaldar!

acôrdo ortográfico



ÚLTIMA FLOR DO LÁCIO

FALE O PORTUGUÊS CORRETAMENTELições do Prof. Pasquale Neto

Você sabia que:

*No popular se diz: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro'.

Correto: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'

*'Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.'

Enquanto o correto é: ' Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.'

*'Cor de burro quando foge.'

O correto é: 'Corro de burro quando foge!'

*Outro que no popular todo mundo erra: 'Quem tem boca vai a Roma.'

O correto é: 'Quem tem boca vaia Roma.' (isso mesmo, do verbo vaiar).



*Outro que todo mundo diz errado, 'Cuspido e escarrado' - Quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.

O correto é: 'Esculpido em Carrara.' (Carrara é um tipo de mármore)



*Mais um famoso... 'Quem não tem cão, caça com gato.'

O correto é: 'Quem não tem cão, caça como gato... ou seja, sozinho!



Vai dizer que você falava corretamente algum desses?














Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue...
Se sentir saudades, mate-a!
Se perder um amor, não se perca!
Se achá-lo, segure-o.
Circunda-te de rosas, ama, beba e cala.
O mais, é nada!


(Fernando Pessoa)

A pedido da Beth

Este poema, fortíssimo, impecavel na construção, alcança a sua maior força na hora da declamação. Não é para qualquer um interpretar e transmitir o que ele quer dizer, muito além das palavras...

As duas interpretações disponiveis no Youtube (João Villaret e Maria Bethamia) são muito fraquinhas. Isto me traz à cabeça o meu falecido colega de adolescencia Rui Paixão Pedro, que dizia o cantico negro como nunca voltei a ouvir.


"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há nos meus olhos, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém!
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre de minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!


José Régio, pseudônimo literário de José Maria dos Reis Pereira, nasceu em Vila do Conde em 1901. Licenciado em Letras em Coimbra, ensinou durante mais de 30 anos no Liceu de Portalegre. Foi um dos fundadores da revista "Presença", e o seu principal animador. Romancista, dramaturgo, ensaísta e crítico, foi, no entanto, como poeta. que primeiramente se impôs e a mais larga audiência depois atingiu. Com o livro de estréia — "Poemas de Deus e do Diabo" (1925) — apresentou quase todo o elenco dos temas que viria a desenvolver nas obras posteriores: os conflitos entre Deus e o Homem, o espírito e a carne, o indivíduo e a sociedade, a consciência da frustração de todo o amor humano, o orgulhoso recurso à solidão, a problemática da sinceridade e do logro perante os outros e perante a si mesmos.


Venho dar as boas vindas a mim mesmo... CONSEGUI!!!! minha mãezinha tinha razão quando dizia que eu era um menino muito espelto.....

Mas apanhei. O meu perfil anterior no Orkut foi detonado (dentro da jiló, tenho uma teoria...), e o endereço do gmail associado passou à categoria de genioso imprevisivel.

Criei novo perfil, mas usando um email não gmail, que não serve para o blog... BASTA!!!!

Esta é a minha primeira experiencia em blogs. Nunca tinha tido um antes. Estou muito emocionado e quero agardecer a todas a que tornaram este momento possivel.

Clap clap clap clap

Não tenho mais os olhos de menina
nem corpo adolescente, e a pele
translúcida há muito se manchou.

Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura
agrandada pelos anos e o peso dos fardos
bons ou ruins.

(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)

O que te posso dar é mais que tudo
o que perdi: dou-te os meus ganhos.

A maturidade que consegue rir
quando em outros tempos choraria,
busca te agradar
quando antigamente quereria
apenas ser amada.

Posso dar-te muito mais do que beleza
e juventude agora:
esses dourados anos
me ensinaram a amar melhor,
com mais paciência e não menos ardor,
a entender-te se precisas,
a aguardar-te quando vais,
a dar-te regaço de amante e colo de amiga,
e sobretudo força — que vem do aprendizado.

Isso posso te dar:
um mar antigo e confiável,
cujas marés — mesmo se fogem — retornam,
cujas correntes ocultas não levam destroços
mas o sonho interminável das sereias.

Lya Luft

STAND BY ME... always...

Presente do Wilson...nosso Jilo-mor




Sou uma mulher madura
que às vezes anda de balanço

siu uma criança insegura
que às vezes usa salto alto

sou uma mulher que balança
sou uma criança que atura

MENINAS...PRESTEM ATENÇÃO...


PASTILHAS


A amizade é um meio de nos isolarmos da humanidade cultivando algumas pessoas.

(Carlos Drummond de Andrade)

Natal na Jilosfera

O que é a "JILÓ COM MIOLO", para os iniciantes.

O que é a "JILÓ COM MIOLO" para os iniciantes.
Eu até me arriscaria de chamar de iniciados.

Muito pouco tempo depois do Orkut ter começado, uma "turma de coroas" foi se reunindo em uma outra comunidade de cinquentões.
Até então o mundo virtual era algo que apenas os jovens usavam.
Mas se engana quem pensa que "coroas" não pensam ou não se interessam por tecnologias e novidades.
Nosso sangue ainda ferve nas veias e mais do que isso, temos uma necessidade enorme de conhecer o mundo que nos cerca.
Ou pelos menos alguns "coroas"....
E isso fez uma pequena turma se reunir, se adaptar, ter necessidade de estar juntos....
A Jiló foi criada inicialmente pela Beth Sampaio (nossa coroa rebelde-mor)
A idéia dela era criar um canto prá homenagear um coroão (esse termo já está ficando cansativo) que adora pentelhar as mulheres.
Mas logo a comunidade tomou outro rumo.
Se tornou um recanto prá pessoas que queriam apenas "estar juntos".
pessoas que pensam parecido, que querem da vida apenas o VIVER.
O que vamos descobrindo que não é assim tão fácil, mas mesmo assim TUDIBÃO.
Procuramos aqui não ter muitos preconceitos, não julgar muito.
Ainda assim acontecem brigas homéricas com pessoas que chegam e tentam mudar o que encontram....
Aqui se reencontraram muitos amigos.
É. Re-encontraram.
Porque de alguma maneira parecia ( e sempre parece) que nos conhecemos de longas datas.
Como eu acredito em outras vidas, acredito que nos conhecemos há muitooooo tempo.
Mas não é isso que importa.
O que importa é que aqui nos encontramos e sentimos em casa.
Como já disse muitas vezes, aqui é nosso lar.
Uma pequena vila virtual onde sabemos que somos queridos, somos bem acolhidos e mesmo que nos afastemos por um tempo, é sempre um lugar prá onde voltar.....

Antonio



Não podia passar despercebido a meus olhos ocidentais, seja pelo tamanho, seja pela insólita figura.
Curiosamente, chamava-se Antonio e tinha dentes enormes e encavalados. Mesmo assim, teimava em exibi-los num meio sorriso estranho, misto de cacoete e de enfado.
Embora compusesse perfeitamente a paisagem do deserto, aquele encontro foi para mim mais do que inusitado.
O velho o conduzia com a paciência de um sábio e, ao perceber meu visível encantamento, aproximou-se com sua fala enrolada.
De tudo que me disse, compreendi que me oferecia a possibilidade de tirar uma foto ao lado do camelo, cujo nome, se compreendi bem, era Antonio.
Assenti com entusiasmo, mas logo percebi que não era para tanto.
Sem perder tempo, o homenzinho determinou a Antonio que se ajoelhasse e, num só gesto, colocou-me agilmente sobre a corcova do animal, que, de imediato, retomou sua altura e se pôs a andar mais do depressa, de um jeito desengonçado e irregular.
Completamente apavorada, em cima daquele bicho enorme, comecei a gritar deseperada para descer dali, enquanto o velho árabe parecia divertir-se muito com a situação.
Antonio, porém, foi mais sensível e, poucos metros à frente, empacou no meio da areia, abaixando-se, cuidadosamente, para que eu descesse dele sem cair.
Sem perder tempo, o dono do animal veio correndo em minha direção, falando e gesticulando muito.
Então, num inglês perfeito, cobrou-me por essa aventura nada menos do que dez dólares...



( Izilda Bichara/Escritos esparsos/ 19/02/2008 )

PASTILHAS

Confira
tudo que respira
conspira


(Paulo Leminski)

Há uns que morrem antes; outros depois. O que há de mais raro, em tal assunto, é o defunto certo na hora exata.

Mário Quintana

A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe.

Mário Quintana

PASTILHAS

.
.

Passei a vida tentando corrigir os erros que cometi na minha ânsia de acertar.

.
(Clarice Lispector)

"O Curioso Caso de Benjamin Button"














Drama baseado no clássico romance homônimo escrito por F. Scott Fitzgerald nos anos de 1920, que conta a história de Benjamin Button, um homem que misteriosamente começa a rejuvenescer e passa a sofrer as bizarras consequências do fenômeno. Button, estranhamente, chega aos seus 80 e poucos anos - na New Orleans de 1918, quando a Primeira Guerra está chegando ao fim - e a partir disso começa a ficar mais jovem. Ainda que a cronologia do tempo segue normalmente e ele invada os anos do século 21.

Elenco :
Brad Pitt, Cate Blanchett, Tilda Swinton, Elle Fanning, Elias Koteas, Julia Ormond, Jason Flemyng, Taraji P. Henson, Josh Stewart, Faune A. Chambers, Mahershalalhashbaz Ali, Spencer Daniels, Emma Degerstedt, Patrick Holland e Chandler Canterbury.

Direção: David Fincher
Gênero: Drama
Duração: 167 min.
Distribuidora: Warner Bros.


Gostei muito do filme, a Cate Blanchett, como Daysi (a neta) está belissima, ruivissima em seu papel, que por sinal é muito interessante, assim como Mary Ellen Fanning (irmã de Dakota Fanning) como Daisy criança! A fotografia é linda, brinca muito com escuro e claro, envelhecimento, melancólico e nostálgico e traz com excelência toda a atmosfera do filme! O elenco impecável. O figurino muito adequado e os efeitos especiais muito bem feitos, mas o que mais me impressionou foi a maquiagem, conseguiram deixar perfeita a pele de Brad Pitt (que todos sabem que não está tão mais novo e já possui rugas lindas) e mais magro também, assim como todo o elenco com manchas e rugas, melhores até que o natural, cabelos, olhos e tudo mais que uma boa velhice proporciona!
Um filme para refletir, uma história para não esquecer.


Fonte: Jornal - O Globo

se eu quisesse
sairia da cidade
moraria onde pudesse
deixaria saudade
partiria quando desse
não interessa a idade

andaria a esmo
descobriria ruas
iria sozinha
pediria abrigo
trabalharia à noite
viveria de dia
ouviria música
saberia línguas
pediria arrego
trocaria o nome
mandaria cartas
choraria à vezes
não envelheceria
perderia o rumo
cometeria erros
distríbuira beijos
arruinaria casamentos
visitaria museus
deixaria o cabelo crescer
sorriria diferente
montaria uma casa
viajaria em cargueiro se eu quisesse mesmo

(Martha Medeiros)

Esse poema me faz pensar em escolhas e atitudes que fazemos e temos diante de nós. Muitas dessas coisas eu mesma fiz e exatamente porque quis fazer, não há ninguém com quem possa dividir o prazer ou a culpa, dependendo da escolha ou da atitute que assumi em determinado momento ou passagem. E é também um legado que quero deixar depois que me for. Não que meus passos sejam seguidos mas que os adultos que influenciei e as crianças que ainda posso tocar saibam andar com seus próprios pés, questionar suas certezas e abraçar seus momentos felizes, mas porque quiseram.

A gente nunca para mesmo de crescer...

A fantasia ideal para cada signo

O carnaval está se aproximando e chegou a hora de pensar numa fantasia bem legal para aproveitar a folia! E nada melhor do que aquela que mais combina com você e que tem o seu estilo. Veja aqui as fantasias que mais tem a ver com cada signo e divirta-se neste carnaval!
Áries Sempre muito alegre, não há melhor fantasia para o ariano do que a de palhaço. Por gostar muito de causar boa impressão e mostrar que está no controle, o ariano também pode optar por fantasias de época ou de soldado.
***
Touro Por ser tranquilo, nenhuma fantasia agradará mais ao taurino do que aquelas ligadas à natureza: jardineiro, cachorro, gato, etc. Se fantasiar de cozinheiro também é uma boa opção, já que esse nativo é tão ligado à culinária.
***
Gêmeos A fantasia do geminiano não pode impedir seus movimentos! Ele não gosta de ficar parado e nada melhor para representar toda essa agilidade, como uma fantasia de super-herói. Homem-aranha, Batman ou Mulher Maravilha são boas opções.
***
Câncer O canceriano vai preferir algo tradicional e, ao mesmo tempo, divertido. Um anjo ou um pescador são os melhores exemplos, pois eles não podem deixar de lado a sutileza. Personagens de histórias infantis, como Branca de Neve, Peter Pan e Chapeuzinho Vermelho também agradam a esse nativo.
***
Leão Nada é melhor para o leonino do que chamar atenção. Por isso, ele deverá escolher fantasias vistosas, como de rei ou rainha, tudo sempre com muitas jóias e brilhos. Deuses, Nero e Baco também combinam com os nativos de Leão.
***
Virgem O virginiano é muito detalhista, por isso, vai optar por fantasias diferentes e bem confeccionadas, como gueixa, odalisca, Ali Babá, pierrô e colombina. Fantasias de figuras históricas, como Cleópatra e Júlio César também atraem esse nativo.
***
Libra Muito gracioso e sedutor, o nativo de libra gosta de fantasias elegantes e belas, nada de disfarces, ou fantasias de terror. Este nativo vai se sentir bem em fantasias de boneca ou boneco, sultão, cupido, bailarina, etc.
***
Escorpião Esse nativo gosta de causar impressões fortes e prefere fantasias marcantes e misteriosas, que tenham um pouco de sensualidade. Bruxa, vampiro, Drácula, bombeiro e havaiana vão cair como uma luva para o escorpiano.
***
Sagitário O sagitariano adora se divertir e se aventurar, por isso, este nativo costuma gostar muito de carnaval. Preferem as fantasias que tenham um ar de brincadeira, como domador de circo, bobo da corte, pirata, saci, etc.
***
Capricórnio A seriedade é o forte desse nativo e não poderia ser diferente na hora de se fantasiar. O capricorniano gosta de fantasias que imponham respeito. As melhores opções são: médico, cowboy e faraó.
***
Aquário Sempre original, o aquariano pode esbanjar criatividade na hora de escolher sua fantasia. Nada que seja muito certinho vai seduzir esse nativo. Ele vai preferir fantasias exóticas, como de cientista louco, por exemplo. Figuras marcantes como Guevara, Napoleão e Einstein ficarão ótimas para ele também.
***
Peixes Como o pisciano é muito sonhador, nada melhor para esse nativo do que se vestir como um personagem de uma história infantil. As melhores fantasias são: soldadinho de chumbo, fada, borboleta, sereia e mago. Por serem ligados à natureza, as fantasias de hippie ou de animais também podem agradá-lo.

PASTILHAS


Não tenho tempo para mais nada, ser feliz me consome muito.
.
.
.
(Clarice Lispector)

Ah..o Amor...



"Quanto mais fecho os olhos, melhor vejo...
Meu dia é noite quando estás ausente...
E à noite eu vejo o sol se estás presente... "


William Shakespeare

A Última Aula - Weber Figueiredo

"Última aula"

Weber Figueiredo fala sobre a construção do Brasil!

O professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Weber Figueiredo, deu uma última aula para seus ex-alunos. Diante de uma platéia de formandos, acompanhados de seus pais, o professor paraninfo da turma discursou sobre o Brasil.

Leia o que disse Weber Figueiredo:

Ilustríssimos Colegas da Mesa, Senhor Presidente, meus queridos Alunos, Senhoras e Senhores. Para mim é um privilégio ter sido escolhido paraninfo desta turma. Esta é como se fôra a última aula do curso. O último encontro, que já deixa saudades. Um momento festivo, mas também de reflexão. Se eu fosse escolhido paraninfo de uma turma de direito, talvez eu falasse da importância do advogado que defende a justiça e não apenas o réu.

Se eu fosse escolhido paraninfo de uma turma de medicina, talvez eu falasse da importância do médico que coloca o amor ao próximo acima dos seus lucros profissionais. Mas, como sou paraninfo de uma turma de engenheiros, vou falar da importância do engenheiro para o desenvolvimento do Brasil.

Para começar, vamos falar de bananas e do doce de banana, que eu vou chamar de bananada especial, inventada (ou projetada) pela nossa vovozinha lá em casa, depois que várias receitas prontas não deram certo. É isso mesmo. Para entendermos a importância do engenheiro vamos falar de bananas, bananadas e vovó.

A banana é um recurso natural, que não sofreu nenhuma transformação. A bananada é = a banana + outros ingredientes + a energia térmica fornecida pelo fogão + o trabalho da vovó e + o conhecimento, ou tecnologia da vovó. A bananada é um produto pronto, que eu vou chamar de riqueza. E a vovó? Bem a vovó é a dona do conhecimento, uma espécie de engenheira da culinária.

Agora, vamos supor que a banana e a bananada sejam vendidas. Um quilo de banana custa um real. Já um quilo da bananada custa cinco reais. Por que essa diferença de preços? Porque quando nós colhemos um cacho de bananas na bananeira, criamos apenas um emprego: o de colhedor de bananas.

Agora, quando a vovó, ou a indústria, faz a bananada, ela cria empregos na indústria do açúcar, da cana-de-açucar, do gás de cozinha, na indústria de fogões, de panelas, de colheres e até na de embalagens, porque tudo isto é necessário para se fabricar a bananada. Resumindo, 1kg de bananada é mais caro do que 1kg de banana porque a bananada é igual banana mais tecnologia agregada, e a sua fabricação criou mais empregos do que simplesmente colher o cacho de bananas da bananeira.

Agora vamos falar de outro exemplo que acontece no dia-a-dia no comércio mundial de mercadorias. Em média: 1kg de soja custa US$ 0,10 (dez centavos de dólar), 1kg de automóvel custa US$ 10, isto é, 100 vezes mais, 1kg de aparelho eletrônico custa US$ 100, 1kg de avião custa US$ 1.000 (10 mil quilos de soja) e 1kg de satélite custa US$ 50.000. Vejam, quanto mais tecnologia agregada tem um produto, maior é o seu preço, mais empregos foram gerados na sua fabricação.

Os países ricos sabem disso muito bem. Eles investem na pesquisa científica e tecnológica. Por exemplo: eles nos vendem uma placa de computador que pesa 100g por US$ 250. Para pagarmos esta plaquinha eletrônica, o Brasil precisa exportar 20 toneladas de minério de ferro. A fabricação de placas de computador criou milhares de bons empregos lá no estrangeiro, enquanto que a extração do minério de ferro, cria pouquíssimos e péssimos empregos aqui no Brasil.

O Japão é pobre em recursos naturais, mas é um país rico. O Brasil é rico em energia e recursos naturais, mas é um país pobre. Os países ricos, são ricos materialmente porque eles produzem riquezas. Riqueza vem de rico. Pobreza vem de pobre. País pobre é aquele que não consegue produzir riquezas para o seu povo. Se conseguisse, não seria pobre, seria país rico.

Gostaria de deixar bem claro três coisas: 1º) quando me refiro à palavra riqueza, não estou me referindo a jóias nem a supérfluos. Estou me referindo àqueles bens necessários para que o ser humano viva com um mínimo de dignidade e conforto; 2º) não estou defendendo o consumismo materialista como uma forma de vida, muito pelo contrário; e 3º) acho abominável aqueles que colocam os valores das riquezas materiais acima dos valores da riqueza interior do ser humano. Existem nações que são ricas, mas que agem de forma extremamente pobre e desumana em relação a outros povos.

Creio que agora posso falar do ponto principal. Para que o nosso Brasil torne-se um País rico, com o seu povo vivendo com dignidade, temos que produzir mais riquezas. Para tal, precisamos de conhecimento, ou tecnologia, já que temos abundância de recursos naturais e energia. E quem desenvolve tecnologias são os cientistas e os engenheiros, como estes jovens que estão se formando hoje. Infelizmente, o Brasil é muito dependente da tecnologia externa.

Quando fabricamos bens com alta tecnologia, fazemos apenas a parte final da produção. Por exemplo: o Brasil produz 5 milhões de televisores por ano e nenhum brasileiro projeta televisor. O miolo da TV, do telefone celular e de todos os aparelhos eletrônicos, é todo importado. Somos meros montadores de kits eletrônicos. Casos semelhantes também acontecem na indústria mecânica, de remédios e, incrível, até na de alimentos.

O Brasil entra com a mão-de-obra barata e os recursos naturais. Os projetos, a tecnologia, o chamado pulo do gato, ficam no estrangeiro, com os verdadeiros donos do negócio. Resta ao Brasil lidar com as chamadas caixas pretas. É importante compreendermos que os donos dos projetos tecnológicos são os donos das decisões econômicas, são os donos do dinheiro, são os donos das riquezas do mundo.

Assim como as águas dos rios correm para o mar, as riquezas do mundo correm em direção aos países detentores das tecnologias avançadas. A dependência científica e tecnológica acarretou para nós brasileiros a dependência econômica, política e cultural. Não podemos admitir a continuação da situação esdrúxula, onde 70% do PIB brasileiro é controlado por não residentes. Ninguém pode progredir entregando o seu talão de cheques e a chave de sua casa para o vizinho fazer o que bem entender.

Eu tenho a convicção que desenvolvimento científico e tecnológico aqui no Brasil garantirá aos brasileiros a soberania das decisões econômicas, políticas e culturais. Garantirá trocas mais justas no comércio exterior. Garantirá a criação de mais e melhores empregos. E, se toda a produção de riquezas for bem distribuída, teremos a erradicação dos graves problemas sociais.

O curso de engenharia da UERJ, com todas as suas possíveis deficiências, visa a formar engenheiros capazes de desenvolver tecnologias. É o chamado engenheiro de concepção, ou engenheiro de projetos. Infelizmente, o mercado desnacionalizado nem sempre aproveita todo este potencial científico dos nossos engenheiros. Nós, professores, não podemos nos curvar às deformações do mercado.

Temos que continuar formando engenheiros com conhecimentos iguais aos melhores do mundo. Eu posso garantir a todos os presentes, principalmente aos pais, que qualquer um destes formandos é tão ou mais inteligente do que qualquer ngenheiro americano, japonês ou alemão. Os meus trinta anos de magistério, lecionando desde o antigo ginásio até a universidade, me dá autoridade para afirmar que o brasileiro não é inferior a ninguém, pelo contrário, dizem até que somos muito mais criativos do que os habitantes do chamado primeiro mundo.

O que me revolta, como professor e cidadão, é ver que as decisões políticas tomadas por pessoas despreparadas ou corruptas são responsáveis pela queima e destruição de inteligências brasileiras que poderiam, com o conhecimento apropriado, transformar o nosso Brasil num país florescente, próspero e socialmente justo.

Acredito que o mundo ideal seja aquele totalmente globalizado, mas uma globalização que inclua a democratização das decisões e a distribuição justa do trabalho e das riquezas. Infelizmente, isto ainda está longe de acontecer, até por limitações físicas da própria natureza. Assim, quem pensa que a solução para os nossos problemas virá lá de fora, está muito enganado. O dia que um presidente da República, ao invés de ficar passeando como um dândi pelos palácios do primeiro mundo, resolver liderar um autêntico projeto de desenvolvimento nacional, certamente o Brasil vai precisar, em todas as áreas, de pessoas bem preparadas. Só assim seremos capazes de caminhar com autonomia e tomar decisões que beneficiem verdadeiramente a sociedade brasileira. Será a construção de um Brasil realmente moderno, mais justo, inserido de forma soberana na economia mundial e não como um reles fornecedor de recursos naturais e mão-de-obra aviltada.

Quando isto ocorrer, e eu espero que seja em breve, o nosso País poderá aproveitar de forma muito mais eficaz a inteligência e o preparo intelectual dos brasileiros e, em particular, de todos vocês, meus queridos alunos, porque vocês já foram testados e aprovados. Finalmente, gostaria de parabenizar a todos os pais pela contribuição positiva que deram à nossa sociedade possibilitando a formação dos seus filhos no curso de engenharia da UERJ. A alegria dos senhores, também é a nossa alegria.

Weber Figueiredo