BLOG COLETIVO, os temas são variados.
Tudo começou em 2004 numa comunidade de gente 'madura' do orkut, aos poucos cresceu a amizade e sintonia, apesar de vivermos em diferentes lugares. Participamos da comunidade fechada Jiló com Miolo no orkut, no Facebook, e no blog mostramos nosso 'espírito jiló'.

HISTÓRIA DE AMOR

Quando eu era menina, sempre acreditei que fosse encontrar o amor da minha vida em um supermercado. Os nossos carrinhos de compras iriam colidir e ele seria o amor da minha vida.
Por isso eu fazia questão de fazer as compras da minha casa quando eu morava com meu pai.
Mas nunca o meu carrinho bateu com o grande amor....as vezes esbarrava com carrinhos de mulheres folgadas que o largavam a deriva enquanto apreciavam produtos expostos enfileirados nas pratileiras.
Tive um caso com um homem maduro a uns 6 anos atras. Foi um lance estranho. Rápido. Intenso. Marcante entre letras de músicas do Chico Buarque.
Tatuagem!
A gente se separou. Cada um em seu ritmo. Com sua estória.
Uns dias atras fui surpreendida por ele através de um e-mail.
Um dia ele chegou tão de repente com seu jeito de sempre chegar...(Chico Buarque)
Depois de tanto tempo o encontro no meio do bar cheio de gente e de música.
O abraço apertado, demorado, sinuoso. Beijo na boca. A gente ali embalando uma vida.
Conversas, lembranças. Risos. A gente feliz no meio do povo que testemunha o amor sendo feito. Beijos...beijos....beijos...mãos que se tocam, que tocam o corpo no meio do bar!
Corpos que no meio do bar se lançam ao mar...devaneio.
O POVO SE ESPANTA COM O AMOR!
...
Hoje sei que uma História de Amor se escreve sem compromissos e contas a serem pagas.
Hoje entendo que UMA HISTÓRIA DE AMOR se vive mais dentro que fora.
Fantasia!(Chico Buarque)
Percebo sem ansiedade que mesmo em mares distantes, mesmo em rotas errantes, mesmo que distantes e equidistantes, que uma História de Amor se escreve desde do início, pelo meio, pelo fim e pelo princípio. Mas nunca pela metade!
Uma metade de mim é amor. E a outra, também! (Oswaldo Montenegro.)

2 comentários:

BethSampaio disse...

emocionei...
depois eu volto pra comentar.

Não se afobe não,
que nada é pra já...
amores serão sempre amáveis.

Jussara Gehrke disse...

o bom é viver uma História de Amor, seja ela qual for (puxa, rimou!)

nossa vida é feita de histórias e as mais lindas são as de amor...

sua insônia rendeu Rosa, muito bonito o que escreveu.