BLOG COLETIVO, os temas são variados.
Tudo começou em 2004 numa comunidade de gente 'madura' do orkut, aos poucos cresceu a amizade e sintonia, apesar de vivermos em diferentes lugares. Participamos da comunidade fechada Jiló com Miolo no orkut, no Facebook, e no blog mostramos nosso 'espírito jiló'.

2010

Depois de um longo período, de noites frias, dias quentes
Depois de muitos pores de Sol
de muitas visitas da Lua
de estrelas cadentes rasgando o céu
de chuvas nas caladas noturnas
de muitas caminhadas pelas avenidas
e de muita esperança para agarrar
coisas boas, desejos realizados
sonhos sonhados e downlodados
e o coração pulando de alegria
pois chegou o meu dia
Que venha o Sr. 2010!

Para não esquecer em 2010

"Tudo o que acontece com a Terra, acontece com os filhos e filhas da Terra.
O homem não tece a teia da vida; ele é apenas um fio.
Tudo o que faz à teia, ele faz a si mesmo."
Cacique Seattle

José de Alencar-este sim é O CARA

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da República em exercício, José Alencar, submeteu-se nesta terça-feira em São Paulo a mais uma sessão de quimioterapia como parte de seu tratamento contra um câncer no abdome.
O boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio Libanês informa que Alencar chegou para o tratamento no fim da manhã e já deixou a unidade.
Alencar, de 78 anos, luta há 12 anos contra o câncer e já fez 15 cirurgias.
Na sexta-feira, o vice-presidente afirmou que exames recentes mostraram que os tumores na região abdominal foram reduzidos pela metade e disse se considerar um vitorioso.
(jornal OGLOBO)


ps.Ele declarou que pretende se candidatar para o Senado....com esta sua persistência e bravura, irá conseguir.

lição de vida


Nesta época de fim de ano fazemos nossas reflexões e temos nossos desejos...
É o momento de pensarmos na vida, este texto dá uma chance pra isso, aproveite!
 
ESCRITO POR REGINA BRETT, 90 ANOS, CLEAVELAND, OHIO.
 
"Para celebrar o envelhecer, uma vez eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais requisitada que eu já escrevi. Meu taxímetro chegou aos 90 em agosto, então, aqui está a coluna, mais uma vez":
 
 "1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
 2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
 3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
 4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão.  Mantenha contato.
 5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
 6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
 7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
 8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele agüenta.
 9. Poupe para a aposentadoria, começando com seu primeiro salário.
 10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.
 11. Sele a paz com seu passado, para que ele não estrague seu presente.
 12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
 13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.
 15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.
 16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
 17.. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.
 18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
 19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
 20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite "não" como resposta.
 21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
 22. Se prepare bastante; depois, se deixe levar pela maré...
 23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
 24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
 25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de você.
 26. Encare cada "chamado" desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
 27.. Sempre escolha a vida.
 29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
 30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.
 31. Indepedentemente de a situação ser boa ou ruim, irá mudar.
 32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva...
 33. Acredite em milagres.
 34. Deus te ama por causa de quem Ele é, não pelo que vc fez ou deixou de fazer.
 35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
 36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem.
 37. Seus filhos só têm uma infância.
 38. Tudo o que realmente importa, no final, é que você amou.
 39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos jogássemos nossos problemas em uma pilha e vívessemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como vc se sinta, levante, se vista e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente "



alugue uma árvore!

Genial a idéia! Aluguel de Árvores de Natal!
Se não tem tempo para montar sua árvore e não tem lugar na sua casa, pode alugar uma!
Pena que aqui no Brasil ainda não tem esse serviço, lá nos EUA é um negócio deste período.

A nova idéia é para um Natal sustentável, as pessoas alugam as árvores e depois elas voltam a serem plantadas, e se ficar afeiçoado à árvore poderá adotá-la e trazê-la para casa todos os anos.


e já que estamos falando em sustentabilidade, os enfeites também são ecológicos, naturalmente...



e podem ser feitos em casa (não esqueça o cachorro!)

grande idéia, Natal Eco-Friendly!
este post foi inspirado pelo post da Portobello

Amanhã é segunda feira


É dia 30 de novembro, a última segunda do mes.Entraremos no 12º mes do ano de 2009 e será o último.
Dezembro, festas, flores, cores, luz...final , encerramento de um ciclo.! Depois, começa tudo novamente, Janeiro, fevereiro, março,.....

O elogio da lentidão


esta é a vista que tenho do meu trabalho, a orla do bairro Rio Vermelho em Salvador da Bahia

O ensaista Antonio Candido, já perto de completar 90 anos, ousou contrariar um dos clichês mais universais da nossa época:

“Acho que uma das coisas mais sinistras da história da civilização ocidental é o famoso dito atribuído a Benjamin Franklin, ‘tempo é dinheiro’. Isso é uma monstruosidade. Tempo não é dinheiro. Tempo é o tecido da nossa vida, é esse minuto que está passando. Daqui a 10 minutos eu estou mais velho, daqui a 20 minutos eu estou mais próximo da morte. Portanto, eu tenho direito a esse tempo; esse tempo pertence a meus afetos, é para amar a mulher que escolhi, para ser amado por ela. Para conviver com meus amigos, para ler Machado de Assis: isso é o tempo. E justamente a luta pela instrução... é a luta pela conquista do tempo como universo de realização própria. A luta pela justiça social começa por uma reivindicação do tempo: ‘eu quero aproveitar o meu tempo de forma que eu me humanize’. As bibliotecas, os livros, são uma grande necessidade de nossa vida humanizada... o amor pelo livro nos refina e nos liberta de muitas servidões.”

A psicanalista Maria Rita Kehl já havia começado a escrever um ensaio sobre a relação entre o modo como vivemos neste comecinho de século 21 e a explosão do número de casos de depressão no mundo inteiro quando topou com a frase de Antonio Candido e teve um “clique teórico”. No livro O Tempo e o Cão, a psicanalista desenvolve aquele “clique” mostrando que a pressa para tudo dos dias de hoje, o horror que temos a qualquer tipo de perda de tempo e o hábito recente de não nos desconectarmos do trabalho e das atividades ditas “produtivas” nem mesmo durante as férias estão produzindo o caldo onde a depressão se desenvolve. A depressão, que pode ser definida, grosso modo, como falta de vontade para fazer qualquer coisa, seria uma espécie de reação psíquica ao excesso de coisas que somos cobrados a fazer o tempo todo (inclusive quando deveríamos estar apenas nos divertindo). O sujeito deprimido pula do trem em movimento da vida contemporânea e fica à margem dos acontecimentos – não por escolha própria, mas por falência geral da engrenagem interna que o faz funcionar no ritmo exigido.

A falta de tempo para pensar na morte da bezerra, para ver a grama crescer, para namorar sem olhar para o relógio, tudo isso, e a sensação de que devemos sempre estar envolvidos em algo que vá servir para alguma coisa (nem que seja contar para os amigos do Orkut e do Twitter como vivemos a vida intensamente), estão criando a supremacia da vivência sobre a experiência. Enquanto a vivência produz sensações imediatas e passageiras, a experiência é o que nos transforma, porque tivemos tempo para absorvê-la e refletir sobre ela.

Antonio Candido tem toda razão: tempo não é dinheiro, é o tecido da vida. Não dá para guardar, deixar para os netos ou transformar em bens imóveis. É pessoal e intransferível, e deveríamos saber usá-lo sem culpa – até mesmo quando não estamos fazendo nada.



Dia de Ação de Graça


Os primeiros Dias de Ação de Graças na Nova Inglaterra eram festivais de gratidão, em agradecimento às boas colheitas anuais. Por esta razão, o Dia de Ação de Graças é festejado no outono, após a colheita ter sido recolhida.
O primeiro deles foi celebrado em Plymouth, Massachusetts, pelos colonos que fundaram a vila em 1620. Após péssimas colheitas e um inverno rigoroso, os colonos tiveram uma boa colheita de milho no verão de 1621. Por ordem do governador da vila, em homenagem ao progresso desta em relação a anos anteriores, uma festividade foi marcada no início do outono de 1621. Os homens de Plymouth mataram patos e perus. Outras comidas que fizeram parte do cardápio era peixes e milho. Cerca de 90 índios também atenderam a festividade. Todos comiam ao ar livre, em grandes mesas.

Porém, por muitos anos, o Dia de Ação de Graças não foi instituído como feriado nacional, sendo observado como tal em apenas certos Estados americanos como Nova Iorque, Massachusetts e Virgínia. Em 1863, o então presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, declarou que a quarta e quinta-feira da terceira semana do mês de novembro seria o dia nacional de Ação de Graças.

Mas em 1939, o presidente Franklin Delano Roosevelt instituiu que esse dia seria celebrado na terceira semana de novembro, com o intuito de ajudar o comércio, aumentando o tempo disponível para propagandas e compras antes do Natal (À época, era considerado inapropriado fazer propagandas de produtos à venda antes do Dia de Ação de Graças). Como a declaração de Roosevelt não era mandatória, 23 Estados adotaram a medida instituída por Roosevelt, e 22 não o fizeram, com o restante tomando ambas a quinta-feira da terceira e da quarta semana de novembro como Dia de Ação de Graças. 

O Congresso americano instituiu que o Dia de Ação de Graças seria comemorado definitivamente na quinta-feira da quarta semana de novembro, e que seria um feriado nacional.

Neste dia as familias se reúnem para comer perú, agradecer e se congratular.

24 de novembro- Opai do futebol no Brasil



Charles William Miller (Nasceu na cidade de São Paulo, no dia 24 de novembro de 1874 e faleceu em 30 de junho de 1953.
É considerado o "pai" do futebol e do rugby no Brasil.
Filho de um pai escocês chamado John, que veio ao Brasil para trabalhar na São Paulo Railway Company, e uma mãe brasileira de ascendência inglesa chamada Carlota Fox, nasceu perto da estação ferroviária do Brás, na época um bairro industrial e operário de São Paulo. Aos dez anos, foi estudar na Inglaterra. Desembarcou em Southampton, no extrerno sul das ilhas britânicas, e aprendeu a jogar futebol na Bannister Court School. Atuando como jogador, árbitro e dirigente desde o princípio - e mais tarde apenas nas duas últimas funções - foi um entusiasta do desporto em geral, sendo também fundador da Associação Paulista de Tênis e, sem sombra de dúvidas, é, ao lado de Belfort Duarte, Hans Nobiling, Arthur Friedenreich e Luís Fabí um dos grandes propagadores do futebol no Brasil.

(wikipedia)





A ÁRVORE DOS MEUS AMIGOS

(no meu caso é um pé de Jiló!!!!!)
Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho.
Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.
A todas elas chamamos de amigo. Há muitos tipos de amigos.

Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.

O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida.

Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.

Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.

Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho.
Muitos desses denominados amigos do peito, do coração.
São sinceros, são verdadeiros.
Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...

Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então e chamado de amigo namorado.
Esse dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes.
Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. 
 
Mas o que nos deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria.

foto Wal
Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam com o nosso caminho.
Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade...
Hoje e Sempre... simplesmente porque: "Cada pessoa que passa em nossa vida é única.
Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso". 


Todo mundo beija
todo mundo almeja
todo mundo deseja
todo mundo chora
alguns por dentro
alguns por fora
alguém sempre chega
alguém sempre demora.

(Elisa Lucinda)

"Versão brasileira Herbert Richers"


Quem não se lembra desta frase??
Hoje se foi parte história da TV Brasileira.

Morreu na madrugada desta sexta-feira (20), no Rio de Janeiro, Herbert Richers. O ex-produtor de cinema e dono do estúdio de dublagem mais famoso do Brasil .

Segundo à coluna de Lauro Jardim, da revista "Veja", até pouco tempo atrás, Herbert, que estava com 86 anos, ia todos os dias ao trabalho. Ele ainda jogava golfe, no Gávea Golf Club.


DIA DA BANDEIRA


19 de novembro! Vamos hastear a Bandeira do Brasil no ponto mais alto desta nação,quem sabe bons ventos mudam o rumo deste país.


DIA 15 DE NOVEMBRO-PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA


Proclamação da República!
Proclame a sua também, invista na sua história, na sua vida, nos seus direitos.
15 de novembro- Dia da Proclamação da República do Brasil..Marechal Deodoro da Fonseca:

"Oferecem um cavalo ao marechal, que nele montou e, segundo testemunhos, tirou o chapéu e proclamou "Viva a República!". Depois apeou, atravessou novamente o parque e voltou para a sua residência. A manifestação prosseguiu com um desfile de tropas pela Rua Direita (atual 1º de Março) até o Paço Imperial."

(wikipedia)

O Vencedor


Morre o cineasta Anselmo Duarte, o único brasileiro vencedor em Cannes.
Diretor de 89 anos sofreu terceiro AVC no sábado; enterro será em Salto.'O pagador de promessas' foi premiado com a Palma de Ouro em 1962.
( Oglobo)

Que ele esteja em paz, deitado em sua Palma de Ouro.

....é verdade!

Sampa virou uma grelha.Tô fritando miolos.Vou virar loira.Vou virar salva-vidas do Sesc...A Argentina não serve mais nem para mandar frente fria!

E o Lula em Londres? Na Putarquia Britância!E a Rainha Elizabeth? Não dá vontade de apertar aquela velhinha?Sabe o que o Lula disse para a Rainha?"Também tenho uma coroa, mas ficou em Brasília botando botox..


é mole? mas rela pra ver o que acontece....

Jose Simão -Folha sp

-DIA DE FINADOS- A celebração

(foto Msz)
Da nossa saudade, do nosso bem querer eterno, apesar da ausência do corpo presente, da vida querida ao nosso lado.
Celebrar em nossos corações, os corações que partiram.

SAÚDE- 4 dicas para evitar cãimbras

1- Faça alongamento e aquecimento adequados antes do exercício
2- Hidrate-se bem antes, durante e após atividade física
3-Não faça atividades em jejum ou sem ingerir carboidratos
4-Consuma frutas variadas e legumes

(Folhasp)

SEJA UM IDIOTA

A idiotice é vital para a felicidade.

Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.

No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.

Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?

hahahahahahahahaha!...

Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana?

Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?

Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.

Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.
Dura, densa, e bem ruim.
Brincar é legal.
Entendeu?

Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.
Pule corda!
Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.

Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.

Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.

Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...

Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!

Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!

Dia dos Reis -O outro lado da romã-


SIMPATIAS DAS ROMÃS
1) No dia de Reis, coloque três caroços de romã dentro da carteira para ter dinheiro durante o Ano Novo.
2) No Dia de Reis, dia 6 de janeiro, pegar uma romã e retirar 9 sementes pedindo aos 3 Reis Magos, Baltasar, Belchior e Gaspar que nesse ano que se inicia você tenha muita saúde, amor, paz, dinheiro.
Depois pegue 3 das nove sementes e guarde num saquinho, papel, o que der. Essas sementes ficarão dentro da carteira para nunca faltar dinheiro.
As outras 3 você engole e as últimas três que sobraram você joga pra trás fazendo o pedido que desejar. É infalível. Você pode não ficar rico, mas na sua carteira vai ter sempre algum dinheiro.
Enviado por John Dale

A Romã




A romã é uma fruta muito cultuada pelos egípcios como talismã da sorte para o ano novo e também como símbolo do amor e da fertilidade.

Rica em vitamina C e potássio e conhecida por sua capacidade de prevenir doenças infecciosas, a romã traz inúmeras aplicações culinárias e, além disso, estudos recentes mostram que o ácido gálico encontrado na fruta é um excelente antioxidante eficiente na prevenção de problemas cardíacos.

Com sua cor rosada, a fruta é fonte de fósforo, ferro, cálcio, cobre, magnésio e zinco, ajudando diretamente a combater fraqueza, anemia e auxiliando no reforço às defesas do organismo. Além de tudo isso, o consumo do extrato da romã ajuda a reduzir o colesterol ruim e atua na prevenção do surgimento de cânceres.

Além do doce, a fruta pode entrar para deixar o peru de Natal ainda mais saboroso, a dica é pegar 04 romãs fazer um suco bem forte e na hora em que o peru for para o forno molhar com o suco da fruta. O sabor é inconfundível.


Doce de Romã com vinho do porto:
Ingredientes
05 Romãs
1 copo (250 ml) de vinho do porto
400 ml de água
02 paus de canela
Casda de ½ Limão
100 gramas de açúcar mascavo

Modo de Preparo
Separar as romãs em gomos numa compota e juntar o açúcar, a canela e a casca de limão sem desfazer os gomos da fruta. Acrescente o vinho do Porto e a água e coloque no freezer para gelar.
Servir no máximo 5 horas após o preparo

POESIA NO METRÔ DE SÃO PAULO


É difícil imaginar os usuários do Metrô de São Paulo parados, lendo poemas nas escadarias das estações. Principalmente, nos horários de pico, quando é preciso correr para garantir seu lugar no vagão. No entanto, é isso que propõe o projeto Poesia no Metrô, que vai expor conhecidos poemas da língua portuguesa em estações e trens da linha verde.
Nesta terça-feira (20), a estação Vila Madalena ganhou o primeiro dos 42 poemas selecionados pelo poeta Cláudio Willer e pelo idealizador da iniciativa, Carlos Figueiredo. Os textos ficarão expostos durante três meses e o artista plástico Antônio Peticov é responsável pela direção de arte da mostra.
Entre os 21 autores escolhidos estão Camões, Alphonsus de Guimarães, Gonçalves Dias, Augusto dos Anjos, Castro Alves, Olavo Bilac, Fernando Pessoa, Florbela Espanca e Carlos Drummond de Andrade.
Segundo a organização, o projeto “busca utilizar espaços públicos para difundir a arte e provocar nos usuários o interesse pela leitura.” A ideia é que a exposição seja estendida a todas as estações do metrô paulistano em 2010.
(Revista Epoca-globo)

as coisas simples da vida



É preciso olhar para as coisas como se fosse pela primeira vez.
A nossa volta existe infinitas formas, cores, perfumes... olhares, sorrisos, gestos...
As coisas simples são recheadas de alegria. O olhar precisa ser treinado, assim como os ouvidos, o olfato, o paladar... nossas mãos, nossa pele... através dos sentidos podemos desfrutar das belezas ofertadas diariamente. Você tem notado ao redor?

Deu a louca no tempo


Hoje quando o relógio bater meia noite, na verdade será 1 hora da manhã
No entanto, apenas para a metade do Brasil para baixo.
Não esqueçam!!! tic tac tic tac tic tac tic .....
















- Podia-me dizer, por favor, qual é o caminho para sair daqui? Perguntou Alice.
- Isso depende muito do lugar para onde você quer ir - disse o Gato.
- Não me importa muito onde... disse Alice.
- Nesse caso, não importa por onde você vá - disse o Gato.

(do livro Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll)

MISS IMPERFEITA

'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!

E, entre uma coisa e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres. Primeiro: a dizer NÃO.

Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.

Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.

Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
Você não é Nossa Senhora.

Você é, humildemente, uma mulher.

E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.

Tempo para fazer nada.
Tempo para fazer tudo.
Tempo para dançar sozinha na sala.
Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.
Tempo para sumir dois dias com seu amor.
Três dias.
Cinco dias!
Tempo para uma massagem.
Tempo para ver a novela.
Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.
Tempo para fazer um trabalho voluntário.
Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.
Tempo para conhecer outras pessoas.
Voltar a estudar.
Para engravidar.

Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.
Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se destina?
Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.

Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.
Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'

Martha Medeiros - Jornalista e escritora

REPASSEM PARA TODAS AS MULHERES MARAVILHOSAS QUE TRABALHAM, QUE BATALHAM, QUE LUTAM PARA SER FELIZ

--------------------------------------------------------------------------------------------------

REFLEXÃO

Em uma planície, viviam um Urubu e um Pavão. Certo dia, o Pavão refletiu:

Sou a ave mais bonita do mundo animal, tenho uma plumagem colorida e exuberante, porém nem voar eu posso, de modo a mostrar minha beleza.

Feliz é o Urubu que é livre para voar para onde o vento o levar.

O Urubu, por sua vez , também refletia no alto de uma árvore.

Que infeliz ave sou eu, a mais feia de todo o reino animal e ainda tenho que voar e ser visto por todos, quem me dera ser belo e vistoso tal qual aquele Pavão.

Foi quando ambas as aves tiveram uma brilhante idéia em comum e se juntaram para discorrer sobre ela: cruzar-se seria ótimo para ambos, gerando um descendente que voasse como o Urubu e tivesse a graciosidade de um Pavão...

Então cruzaram... e daí nasceu o peru: QUE É FEIO PRA CACETE E NÃO VOA!!!

Moral da história:

"Se tá ruim, não faz gambiarra que piora!!"

Telefonica-Assinatura mensal

O plano básico(200min) da telefonia fixa da DONA Telefonica aumentou novamente?

- até setembro era....................$ 39,97
-cta recente de out/09 ............$ 40,35

De grão em grão "Ela" enche o papo, subtrai nossa conta bancária , prestando serviços de baixa qualidade.

A Padroeira e as crianças


Santificado seja o Dia das Crianças em nome de Aparecida!!

Comemora-se a leveza da infância, abençoada pela Padroeira do Brasil.

Amém nós todos!

Proteja o seu cérebro

Os números assustam, e não é para menos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 450 milhões de pessoas no mundo inteiro sofrem de algum tipo de distúrbio mental. Menos da metade dessas pessoas recebe ajuda adequada. Um relatório publicado recentemente pela OMS afirma que 24 milhões de pessoas sofrem de Alzheimer e outras demências. O documento diz ainda que o aumento do número de casos está associado a desinformação e falta de atenção. Assim, reforça-se a importância da boa manutenção e funcionamento do cérebro.
A Federação Mundial para a Saúde Mental instiuiu o 10 de Outubro como o Dia Mundial da Saúde Mental. Para marcar a data, o Maisde50 conversou com os neurologistas Adriana Sato, da Academia Brasileira de Neurologia, e Carles André, do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, e traz dez conselhos que vão ajudar a proteger o seu cérebro.

-Alimente-se de modo saudável Coma muitas fibras (verduras, cereais) e frutas. Evite a proteína animal (dê preferência para peixes, sem pele), gordura animal ou fritura, pouco sal e pouco açúcar, um pouquinho de azeite de oliva.
-Modere o consumo de álcool (máximo de uma dose por dia para mulheres, duas para homens, se não tiver outros problemas médicos que possam piorar ou ser induzidos pela bebida alcoólica).
-Estude Quanto mais estudar ao longo da vida, e tentar aplicar os seus conhecimentos, melhor. Escreva cartas, organize seu dia, fale bastante, puxe conversa, discuta os assuntos de seu interesse, e não se isole do mundo.
-Seja solidário.Cuide de parentes e amigos como gostaria de ser tratado no futuro. Pense em você velhinho, incapaz por algum motivo, e em como gostaria de receber carinho e atenção. Lembre-se, solidariedade se treina. O prazer de fazer o bem ajuda a receber com tranquilidade o bem quando se fizer necessário, e a motivar os outros a fazerem o mesmo.
-Seja otimista Mesmo que não tenha muitos motivos ou esteja atravessando uma fase difícil, sorria. O riso traz energias positivas, ameniza as dores e faz com que não percamos a esperança de viver dias melhores.
-Exercite-se Pratique atividades físicas com regularidade. O exercício ajuda a manter a saúde em ordem. Você libera algumas substâncias responsáveis pelo descanso e prazer durante a prática. Assim, terá mais disposição e concentração suficientes para realizar os compromissos do dia-a-dia.
-Evite o estresse Sistematize as tarefas que terá que realizar ao longo do seu dia. Dessa maneira, não ficará ansioso para realizar todas as tarefas ao mesmo tempo. A ansiedade gera estresse e cansaço e dificulta a realização até mesmo de tarefas simples. Reserve uma hora de seu dia para realizar o que mais gosta. Servirá como um momento de reflexão e descanso, onde poderá reativar sua energia. Quando fazemos aquilo que mais gostamos não nos cansamos e ainda sentimos um prazer indescritível.
-Evite as drogas Não use drogas ilícitas, não fume e não ingira bebida alcoólica em demasia. Estas práticas contribuem para a perda do poder de memorização, concentração e raciocínio, que já são perdidos gradativamente com o avanço da idade.
-Cuide do coração Controle os fatores de risco vascular. Converse periodicamente com um médico de confiança, faça exames.
-Tenha um médico de confiança.É importante contar com um profissional competente e que dê a atenção que você merece e precisa. Se a escolha depende do seu plano de saúde, consulte os que estiverem disponíveis, até escolher aquele com quem você se sente melhor e mais confortável. Médicos precisam se mostrar atentos e interessados. Peça sempre os números de telefone para quaisquer eventualidades.
-Seja feliz Divirta-se a cada dia e maravilhe-se com a beleza de estar vivo. Pense de modo positivo e procure encontrar soluções para as dificuldades cotidianas com calma. Krishnamurti tem uma frase que sintetiza bem a importância desse esforço: “Lembre-se de que a vida é uma só, aproveite cada dia como se lhe restasse não um minuto, um dia, ou um ano, mas uma hora de vida apenas”.
http://maisde50.uol.com.br/editoria_conteudo2.asp?conteudo_id=7515

food flag

Brasil
Itália
Japão
Suiça

Espanha

França
Vietnã

para divulgar um festival internacional de gastronomia na Austrália foram montadas as bandeiras com os produtos de cada país, para ver mais clique aqui

conselho de vó



Vi outro dia esse comercial na tv e pensei, puxa que legal! Uma avó simpática dando conselho pra neta.
Mas esse negócio do 'politicamente correto' é um pé...
Reclamaram e o anúncio foi tirado da tv, agora avisam que quem quiser ver tem na internet.

Parece que não se pode fazer piada, pessoas se sentem ofendidas. E o mundo vai se tornando chato e cheio de não-me-toques.

E agora Josés e Marias?

Somos todos olimpíados. O Brasil agora tornou-se um país do primeiro mundo.
E agora?
Quem paga as contas?
E agora?
Os benefícios futuros serão maiores que as dívidas por conta?

E agora José?
E agora Maria?

O aniversário das feias


Há um restaurante na Rua Lisboa muito peculiar, o Genova. Nasceu de um grupo de amigos, João e Luiz Giannesi, Mário e Eduardo. que gostavam de cozinhar, inventar e experimentar receitas das regiões da origem de suas famílias. Vê-se que são italianos.

Anos atrás, desciam para Boiçucanga, punham-se a jogar cartas, na madrugada preparavam um espaguete ao gorgonzola, cujo aroma chegava até Maresias. Depois, começaram a fazer jantares ou almoços semanais em São Paulo. Cozinhavam para eles, convidavam amigos, amigos levavam amigos, um dia decidiram abrir um restaurante diferente.

Conseguiram uma sala íntima na Rua Lisboa e com três toques montaram um cenário acolhedor, janelas com cortinas de renda, um jeito europeu em Pinheiros. Parece a casa da gente, ou melhor, a casa de um amigo que se esmera para nos receber.

Passou o tempo, os sócios se separaram, restaram João e Terezinha, sua mulher. Ele pensou em fechar, ainda que tivesse clientela fiel. Ela bateu o pé: “Fechamos e ficamos em casa vendo televisão? Por Deus, nem pensar.!” João continuou, pelo bem dos que conhecem o Genova. Há sessões de degustações de vinho e a tradição dos rituais de sexta feita com explicações de cada prato oferecido. São os recantos secretos de São Paulo, lugares aos quais voltamos, estabelecemos o hábito de comer sempre ali.

Dia desses, ao adentrar no Genova, vi uma enorme mesa preparada para 17 pessoas. Naquele momento havia apenas duas mulheres de meia idade sentadas bebericando um vinho e comendo crostinis, polenta com funghi ou lingüiça calabresa, antepastos. Comecei a almoçar e elas foram chegando, até ocuparem as 17 cadeiras.

Perfumadas, em vestidos de verão, sorriam, falavam alto, se abraçavam, felizes. Cada uma trazendo um pequeno pacote, via-se que era um presente. Portanto, aniversário. Então uma coisa me chamou a atenção. Elas eram feias. Nenhuma daquelas mulheres faria um homem voltar o olhar na rua. Uma tinha os olhos baixos, a outra o nariz enorme, a terceira uma boca tão fina que mal se via o risco dos lábios, e havia orelhas grandes, pescoços compridos, ou curtos demais, queixos salientes, uma pinta debaixo dos olhos, ombros curvados, tiques nervosos. Desajeitadas, desengonçadas, sem graça. Ocorreu-me um pensamento maldoso: veria a convenção das feias do bairro?

Em dez minutos, falavam, riam, uma cantou uma canção que levou todas a aplaudirem, outra comentou: “ Com essa voz e esse jeito, você conseguiu o Amaury, que ninguém até hoje tinha conquistado, o Raj do escritório.” Diga-se que o Raj de Caminho das Índias é a bola da vez entre as mulheres.

Casos começaram a vir à tona, e nós, das outras mesas, ouvíamos, mas não nos incomodavam, eram histórias bem humoradas, sarcásticas, irônicas, pitorescas,. À certa altura, descobri que todas eram aniversariantes e estavam trocando presentes. Como eram número ímpar, uma ia sobrar. Não sobrou, uma pensou e levou dois presentes. Dois deles, por serem mais volumosos, vi o que eram. Um, Os Miseráveis, de Victor Hugo, edição de luxo da Cosac Naif. Outro, O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas, edição da Agir, com as gravuras de século e meio atrás. Tenho os dois. Ainda se lêem os bons romanções.

Terminei meu almoço, fuzili com molico, torradinhas preparas com azeite e um cheiro de aliche, tomei meu sauvignon blanc Flor de Pulenta, pedi um café, dois, uma graça , fui ficando. Sorte a minha, uma das mulheres se levantou e foi ouvida em silencio.

“Estamos aqui, porque é o primeiro dia da nossa decisão de jogar fora. Atirar ao lixo coisas e lembranças inúteis que ocupam espaço em nossas casas e cabeça. Cada uma tem um objeto, um momento. Viemos dispostas a abrir espaços, construir vazios para abrigar coisas novas, boas, que não nos amarrem, nem nos deixem patinando na vida. Liberar a mente do freio de mão.”

Passamos a ouvir trechos de histórias, anedotas, aventuras, sonhos frustrados, conquistas bem-sucedidas, micos, elas tinham uma incrível noção do ridículo do mundo, e ríamos também, e nos admirávamos com tanta sinceridade e coragem, elas não estavam nem aí para os outros, partilhavam momentos especiais bons e ruins, amargos, trágicos. Não havia lamento, frustração, ressentimentos, mágoas.

De repente, percebi que elas não eram feias, aqueles pequenos defeitos, que anotei, iam desaparecendo, como no trabalho de fotoshop do computador, apagados por qualidades raras, difíceis hoje em dia, as do desprendimento, do humor, da brincadeira, do não levar a sério a vida e as confusões da vida, riam dos enganos, insucessos, erros, sabiam da pouca importância de tudo isso.

Aquela lição me envolveu, o importante não era feiúra ou beleza, e sim a capacidade de ser, estar aberto, gostar da vida, se alegrar, mostrar prazer e empenho na possibilidade de mudar, avançar, cancelar amarras, grilhões.

Rápidos, sutis, os jogos de palavras se sucederam intensos e elas se transformaram como a gata borralheira dos contos de fadas. Quando me levantei e passei pela mesa, elas erguiam um brinde a alguma coisa. Belas, como se tornaram belas aquelas 17 mulheres.

Ao sair, carregava uma dúvida. Feiúra? Não está na nossa maneira de olhar, em nossos preconceitos, mesquinhezas? Afinal, o que é um rosto? Como desvendá-lo?

IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO

Crônica publicada no Estadão, em 25/09/2009

Só rindo

...Avisa para a Inglória Perez que "Caminho das Índias" ainda não terminou: "Empresário indiano detido com dois travestis em Copacabana"

...E esse Zelaya , que só dorme? Devia se chamar ZZZZZZZZZZZZZlaya! E o Lula vai lançar mais um programa social de ajuda ao Zelaya: BOLSA GOLPE FAMÍLIA.

...diretores de escolas estaduais farão protesto no DIA DO PROFFESSOR.Vão ficar pelados!Nu coletivo.Pelados no coletivo ou nu no coletivo?
E sabe o nome do presidente do sindicato, o organizador? Luiz Pinto.

(Jose Simão -folha sp)

DO FLERTE AO CASAMENTO

FLERTE
É quando ela é toda sorrisos e, você, cheio de nove-horas e gentilezas. Ficam naquela conversa mole por mais de 10 minutos, riem de qualquer bobagem que um fala pro outro. E, quando ela anda, você crava os olhos naquele belo traseiro, imaginando coisas... Isto é um flerte. Este é um estágio do relacionamento, que só tem vantagens. Você a chama para sair, a noite toda é só de risadas e bons momentos. Mas, depois do primeiro amasso, isso já vira um...

CASO
Esta é outra etapa gostosa. Começa a rolar um sexozinho, mas nada muito adiantado, porque, afinal, ela não é qualquer uma. Daí, já pinta aquele negócio de ligar um pro outro a cada 15 minutos, só pra dizer que está com saudades. Começam a sair mais constantemente e rola aquele papo de 'Temos um relacionamento'.Mas se esse relacionamento durar mais de 1 mês, pronto, aí já é um...

NAMORO
Isto significa que você não pode mais comer ninguém, além dela. Nem mesmo dar uns beijinhos ou olhar pra traseira de outra. Tem que ligar todo dia, mesmo se não estiver com saudades, senão... Sair sábado com os amigos? Esqueça! Rever as amigas? Pior ainda! Nesta fase, você ainda está apaixonado e aceita tudo que ela faz, pede e fala. Tudo gira em torno dela: horários, passeios, amigos, turmas... E quando menos espera, aquela deusa maravilhosa, a mulher da sua vida, a mais perfeita descrição de um ser humano, te põe um cabresto, coloca as esporas e monta em você. Isto vai te deixar mal, desanimado, triste... Mas, como você gosta dela, aceita tudo. Até a idéia de comprar as alianças. É quando você acaba, quase sem perceber, num...

NOIVADO
Pois é... Agora você já se comprometeu com Deus e o mundo. Se não casar, fica com fama de hipócrita, sem-vergonha, mau caráter, aquele que só queria se aproveitar da coitadinha... E pra não passar por isso, acaba aceitando o...

CASAMENTO
Fudeu. Agora, não tem mais tempo pra nada, a não ser trabalhar pra ganhar dinheiro e dar uma vida confortável pra ela, que vai gastar tudo no seu cartão de crédito. Pior que isso, só se tiver filhos. Aí, vai ter que trabalhar dobrado, ou triplicado, quadriplicado, dependendo do tamanho da prole. Quanto ao sexo, pesquisas demonstram que:

Anos de Casamento / N° de relações Mensais (em média)
1 ano = 27 relações
2 anos = 23 relações
3 anos = 18 relações
4 anos = 12 relações
5 anos = 8 relações
6 anos = 5 relações
7 anos = 3 relações
8 anos = 2 relações
9 anos = 1 relação

BRINDE
Oferecemos-lhe um modelo de carta para você se despedir de sua esposa:

'Cara ex-esposa,Como você não tem tempo pra falar comigo e este assunto a irrita com facilidade, relato nesta carta as seguintes estatísticas:Durante o ano passado, tentei seduzi-la 365 vezes, obtendo êxito em apenas 36 vezes. Abaixo, exponho os motivos do meu fracasso:

Motivo / Vezes
Podia acordar as crianças = 48Fazia
frio = 26
Fazia calor = 34
Você estava cansada = 43
Estava com dor de cabeça = 27
Estava com o estômago cheio = 36
Estava de mau humor = 49
Estava naqueles dias = 36
Estava com o esmalte fresco = 30
TOTAL = 329

E mesmo nas 36 vezes que obtive êxito, a relação não foi satisfatória porque:
Você disse que eu terminei muito rápido = 10
Tive de lhe acordar para dizer que tinha acabado = 12
Você me deu uma joelhada no saco = 01
Broxei quando você comentou que o teto do quarto precisa de uma pintura = 02
Pensei que você tinha morrido, já que não se mexia = 11

TOTAL = 36

Um abraço do seu ex-marido,

(Luis Fernando Veríssimo )

A Lenda da Erva-Mate











Contam que um guerreiro guarani, que pela velhice não podia mais sair para as guerras, nem para a caça e pesca, porque suas pernas trôpegas não mais o levavam, vivia triste em sua cabana.
Era cuidado por sua filha, uma bela índia chamada Yari, que o tratava com imenso carinho, conservando-se solteira, para melhor se dedicar ao pai.
Um dia, o velho guerreiro e sua filha receberam a visita de um viajante, que foi muito bem tratado por eles.
À noite, a bela jovem cantou um canto suave e triste para que o visitante adormecesse e tivesse um bom descanso e o melhor dos sonos.
Ao amanhecer, antes de recomeçar a caminhada, o viajante confessou ser enviado de Tupã, e para retribuir o bom trato recebido, perguntou aos seus hospedeiros o que eles desejavam, e que qualquer pedido seria atendido, fosse qual fosse.
O velho guerreiro, lembrando que a filha, por amor a ele, para melhor cuidá-lo, não se casava apesar de muito bonita e disputada pelos jovens guerreiros da tribo, pediu algo que lhe devolvesse as forças, para que Yari, livre de seu encargo afetivo, pudesse casar.
O mensageiro de Tupã entregou ao velho um galho de árvores de Caá e ensinou a preparar a infusão, que lhe devolveria as forças e o vigor, e transformou Yari em deusa dos ervais, protetora da raça guarani.
A jovem passou a chamar-se Caá-Yari, a deusa da erva-mate, e a erva passou a ser usada por todos os componentes da tribo, que se tornaram mais fortes, valentes e alegres.

A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA IDOSOS

Doutor Arnaldo Lichtenstein (46), clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) publicou um artigo falando sobre a importância da água (hidratação) para os idosos muito interessante:

Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:
“Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?”
Alguns arriscam: “Tumor na cabeça”.
Eu digo: “Não”.
Outros apostam: “Mal de Alzheimer”.
Respondo, novamente: “Não”. A cada negativa a turma espanta-se
.
E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns: diabetes descontrolado; infecção urinária; desidratação.

A família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa. Parece brincadeira, mas não é.
Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos. Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez. A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo.

Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos (”batedeira”), angina (dor no peito), coma e até morte. Insisto: não é brincadeira. Ao nascermos, 90% do nosso corpo é constituído de água. Na adolescência, isso cai para 70%. Na fase adulta, para 60%. Na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Portanto, de saída, os idosos têm menor reserva hídrica. Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem. Explico: nós temos sensores de água em várias partes do organismo. São eles que verificam a adequação do nível. Quando ele cai, aciona-se automaticamente um “alarme”. Pouca água significa menor quantidade de sangue, de oxigênio e de sais minerais em nossas artérias e veias. Por isso, o corpo “pede” água. A informação é passada ao cérebro, a gente sente sede e sai em busca de líquidos. Nos idosos, porém, esses mecanismos são menos eficientes.

A detecção de falta de água corporal e a percepção da sede ficam prejudicadas. Alguns, ainda, devido a certas doenças, como a dolorosa artrose, evitam movimentar-se até para ir tomar água.

Conclusão: idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Além disso, para a desidratação ser grave, eles não precisam de grandes perdas, como diarréias, vômitos ou exposição intensa ao sol. Basta o dia estar quente – e o verão sempre vem aí – ou a umidade do ar baixar muito – como tem sido comum nos últimos meses. Nessas situações, perde-se mais água pela respiração e pelo suor.

Se não houver reposição adequada, é desidratação na certa. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo. Por isso, aqui vão dois alertas.
O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Bebam toda vez que houver uma oportunidade. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite. Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!

Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Lembrem-lhes de que isso é vital. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção. É quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação. Líquido neles e rápido para um serviço médico.

É bom nos atentarmos a essa prática de nos hidratar constantemente, pois todos nós vamos envelhecer um dia. Então, por que já não começamos nos habituar desde já? Leve um copo de água para os seus pais ou avós e aproveite para tomar um também
.

Carpe diem


Eu sou feliz!!! E você?

Durante um seminário para casais, perguntaram à esposa:

- "Seu marido lhe faz feliz?"; "Ele lhe faz feliz de verdade?"
Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando segurança. Ele sabia que sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento.

Todavia, sua esposa lhe respondeu com um "Não", bem redondo... Não, não me faz feliz".

Neste momento, o marido já procurava a porta de saída mais próxima.
Não me "faz" feliz... Eu sou feliz". - "O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele e sim de mim."

E continuou dizendo:
- "Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade." Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida; pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância, sobre a face da terra, eu estaria com sérios problemas.

Tudo o que existe nesta vida muda constantemente...

O ser humano, as riquezas, meu corpo, o clima, meu chefe, os prazeres, etc.

E assim poderia citar uma lista interminável. Às demais coisas eu chamo "experiências"; esqueço-me das experiências passageiras e vivo as que são eternas; amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.

Lembro-me de viver de modo eterno. Talvez seja por isso que quando alguém me faz perguntas como esta: "Você é feliz no seu casamento?" ou "Você é feliz?", gosto de responder com apenas uma frase, como se esta fosse a conclusão de todo o seminário, como se esta fosse a chave de toda a felicidade, de todo matrimônio e de toda vida humana; gosto de responder com aquela velha e famosa frase que ainda não conseguimos compreender:

"A felicidade está centrada em mim".

Há pessoas que dizem: "Hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque alguém não soube me dar valor..."

SEJA FELIZ , mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.

SEJA FELIZ. Sempre ...

Carpe Diem

Alegria e Triunfo

O amor é o cumprimento da lei.!

Lourenço Prado

Fique calmo e vá em frente

"Keep calm and carry on", foi um pôster motivacional produzido pelo governo britânico em 1939, início da II Guerra Mundial, para ser usado somente se o nazismo conseguisse invadir a Grã-Bretanha. 2,5 milhões de pôsteres foram impressos, mas o cartaz foi distribuído apenas em número limitado.

Em 2000, uma cópia do "Keep Calm and Carry On" foi redescoberta na Barter Books, um sebo na cidade de Alnwick, na Inglaterra. Como o Copyright de peças artísticas criadas pelo governo britânico expira depois de 50 anos, a imagem está agora no domínio público, e pode ser vista na decoração de quase todas as casas gringas bacanas. O criador do cartaz não é conhecido.

do blog de(coeur)ação





















O que não escrevi, calou-me.
O que não fiz, partiu-me.
O que não senti, doeu-se.
O que não vivi, morreu-se.
O que adiei, adeus-se.

(Affonso Romano de Sant'Anna)

21 de setembro - DIA DA ÁRVORE

(foto Mercia)

ORAÇÃO DA ÁRVORE
Tu que passas e ergues para mim o teu braço
Antes que me faças mal, olha-me bem.
Eu sou o calor do teu lar nas noites frias de Inverno
Eu sou a sombra amiga que tu encontras quando caminhas sob o sol de Agosto
E os meus frutos são a frescura apetitosa que te sacia a sede nos caminhos.
Eu sou a trave amiga da tua casa,A tábua da tua mesa, a cama em que tu descansas
E o lenho do teu barco.Eu sou o cabo da tua enxada, a porta da tua morada,
A madeira o teu berço e o aconchego do teu caixão.
Eu sou o pão da bondade e a flor da Beleza.
Tu que passas, olha-me e não me faças mal.
(autor: Veiga Simões, Arganil, Maio de 1914)

CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FUNDO DE INVESTIMENTO SOCIAL LANÇA NOVO CONCURSO

O ELAS lança o 12º Concurso de Projetos. Nesta edição, o foco é apoiar iniciativas de organizações e grupos de mulheres negras do Nordeste, promovendo os direitos humanos e a cidadania, o fortalecimento institucional, a melhoria nas condições sócio-econômicas e a implementação e o exercício de leis que as beneficiem.



Podem participar grupos, organizações e associações de mulheres negras, especialmente as de mulheres quilombolas. Os projetos deverão ter duração de 10 meses e o montante para cada projeto é de R$ 14.880,00. No total, serão doados US$ 160 mil. Para participar é preciso entregar os formulários de inscrição no ELAS até o dia 24 de outubro, impreterivelmente.


O edital do 12º Concurso e o formulário para participação devem ser acessados no site do ELAS (www.fundosocialelas.org).


O ELAS é Fundo de Investimento Social (novo nome do Fundo Angela Borba) e o único fundo brasileiro de investimento social com foco exclusivo em meninas e mulheres. A organização entende que investir nelas é o caminho mais rápido para o desenvolvimento de pessoas, comunidades, cidades, estados e, por fim, de todo o País. Isso acontece porque elas são as principais agentes de transformação da sociedade. Assim, todos os investimentos feitos em meninas, jovens e mulheres têm retorno através de expressivas mudanças sociais em diversos aspectos de suas vidas e das comunidades em que estão inseridas.




Ao longo de quase dez anos, o ELAS já apoiou 187 grupos de mulheres de todas as regiões brasileiras e doou diretamente mais de R$ 1,5 milhão. Além de apoiar financeiramente os grupos, a organização oferece treinamentos de formação e monitora as atividades para maximizar os resultados.

VIRADA ESPORTIVA 2009- SÃO PAULO

Oferecer 24 horas de esporte, atividade física, adrenalina e muita diversão para todos os paulistanos, transformando São Paulo em uma Cidade Saudável. Essa é a proposta da terceira edição da Virada Esportiva, promovida desde 2007 pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação.
Baseada no conceito da Virada Cultural, já estabelecida em São Paulo há quatro anos, a Virada Esportiva transforma clubes, parques, ruas e outras áreas da cidade em verdadeiros centros esportivos, com atividades gratuitas e que contagiam a população madrugada adentro.
Em 2009, a Virada Esportiva está marcada para os dias 19 e 20 de setembro. Para esta edição, a expectativa é de reunir mais de dois milhões de participantes nas centenas de ações promovidas em toda a cidade, confirmando a condição de São Paulo como capital brasileira do esporte.

http://www.viradaesportivasp.com.br/schedule.php

Em nome de nossas intenções


...que sempre haja luz,
para iluminar nossas vidas
...que sempre haja fogo
para aquecer nossas almas
...que sempre haja sonhos
...para serem realizados
...que sempre haja metas
...para serem cumpridas
e que possamos sorrir
sentindo em nossas mãos
a missão cumprida

Soro fisiológico para aliviar secura no nariz

Além de hidratar a mucosa,pingar algumas gotas de soro de três a quatro vezes por dia ajuda a retirar crostas,partículas de poluição e vírus.Pessoas com sinusite ou rinite ou com muita secrecção podem fazer a lavagem com mais soro,inspirando o líquido e assoando o nariz depois.
(fonte:Fabrizio Romano,otorrino)-Folha SP

PASTILHAS

Para muitos a primavera do amor só acontece no outono da vida

(Hermógenes)

Para Eliete, minha irmã mais que amada



Todas as águas



Quando pensei que estava tudo cumprido,


havia outra surpresa: mais uma curva
do rio,

mais riso e mais pranto.




Quando calculei que estava tudo pago,

anunciaram-se novas dívidas e juros,


o amor e o desafio.




Quando achei que estava serena,


os caminhos se espalmaram

como dedos de espanto
em cortinas aflitas.


E eu espio,


ainda que o olhar seja grande


e a fresta pequena.




Lya Luft