BLOG COLETIVO, os temas são variados.
Tudo começou em 2004 numa comunidade de gente 'madura' do orkut, aos poucos cresceu a amizade e sintonia, apesar de vivermos em diferentes lugares. Participamos da comunidade fechada Jiló com Miolo no orkut, no Facebook, e no blog mostramos nosso 'espírito jiló'.

Terremotos


TERREMOTOS


Dizem que passado o terremoto de Lisboa (1755), o Rei perguntou ao General o que se havia de fazer. Ele respondeu ao Rei:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos
'.

Essa resposta simples, franca e direta tem muito a nos ensinar. Muitas vezes temos em nossa vida 'terremotos' avassaladores. O que fazer? Exatamente o que disse o General:
'Sepultar os mortos,
cuidar dos vivos e fechar os portos
'.

E o que isso quer dizer para a nossa vida?

Sepultar os mortos significa que não adianta ficar reclamando e chorando o passado. É preciso 'sepultar' o passado. Colocá-lo debaixo da terra. Isso significa 'esquecer' o passado. Enterrar os mortos.

Cuidar dos vivos
significa que, depois de enterrar o passado, em seguida temos que cuidar do presente. Cuidar do que ficou vivo. Cuidar do que sobrou. Cuidar do que realmente existe. Fazer o que tiver que ser feito para salvar o que restou do terremoto.

Fechar os portos
significa não deixar as 'portas' abertas para que novos problemas possam surgir ou 'vir de fora' enquanto estamos cuidando e salvando o que restou do terremoto de nossa vida. Significa concentrar-se na reconstrução, no novo.

É assim que a história nos ensina.
Por isso a história é 'a mestra da vida'. Portanto, quando você enfrentar um terremoto, não se esqueça:
enterre os mortos,
cuide dos vivos e feche os portos
.

Recebi hoje da minha prima que mora na Itália. Bonito!

4 comentários:

Jussara Gehrke disse...

bonito mesmo, uma boa frase pra se guardar, eu gosto dessas coisas, já percebeu, né?

bjs
Ju

Merciasz disse...

inteligente e interessante.

SAR disse...

acho que quem deu essa resposta, foi o sr. sebastião josé de carvalho e melo, o marquês de pombal

RV disse...

Beth...me fazer lembrar disso é suerbacana.Estava mesmo precisando ouvir isso.

Enterrados os mortos....
Cuidando do que sobrou.
Portos fechados...buscando meu equilibrio.

Valeu BETH!

Beijos